• Conversando,  Um pouco de tudo

    Cada domingo – 28/02

    Voltei para a Mantiqueira! Coisa boa! Toda manhã eu saio para caminhar ou correr por aqui, quando estou em meu ateliê na Serra da Mantiqueira. Hoje foi dia de levar a Filó para passear, e a vista de nossa estrada é mesmo espetacular! Foi um bom domingo. 🙂

  • Conversando,  Um pouco de tudo

    Cada domingo – 21/02

    Mais um domingo aqui em São Paulo, e acordo às 5h para correr pelas ruas perto de casa. A corrida não anda nada boa desde que a pandemia começou. Deixei de ir ao Parque Ibirapuera, incialmente porque ele estava fechado, naturalmente. Mas agora, mesmo aberto, não me animo a ir. Tem muita gente, boa parte usando máscaras, como é obrigatório, mas muita gente sem também. E fatalmente você vai encontrar pessoas. Tenho corrido nas ruas daqui, quando estou em São Paulo, ou nas estradas vazias do sítio, quando estou por lá. E onde é bem mais agradável. Aqui, aso domingos e feriados, temos a ciclofaixa de lazer, nas ruas da cidade, espaço para os ciclistas. Mas ela começa oficialmente às 6h da manhã, e chegando antes, pouco depois das 5h, já é possível correr por avenidas vazias, com poucos carros de vem em quando, nada de pedestres e ainda sem os ciclistas. E essas têm sido minhas melhores manhãs de corrida na cidade, em São Paulo, no meio de ruas…

  • Conversando

    Cada domingo – 14/02

    E domingo passado, que seria o domingo de carnaval, foi só mais um domingo normal, ainda nesse momento difícil de isolamento. E eu, em São Paulo, aproveitei para plantar uma nova mudinha no vaso em meu jardim… Essa pia rosa era da nossa casa em Santo André, casa que morei com meus pais dos meus 9 ao 19 anos, e depois voltei para lá, para morar com minha família por mais 15 anos. Quando nos mudamos para nossa casa atual, aqui em São Paulo, a casa de Santo André seria demolida, então eu trouxe a pia como uma lembrança. Gosto dela, e gosto do meu micro jardim, é pequeno mas está repleto de flores que escolhi. E agora, mais uma, essa mudinha de maravilha.E seguimos, mais um #cadadomingo de 2021 por aqui.

  • Conversando

    Cada domingo – 07/02

    Hoje é dia de #cadadomingo, e o domingo por aqui começou diferente, de volta para a Serra da Mantiqueira. Depois de várias semanas trabalhando em São Paulo, viemos passar uns poucos dias por aqui. Ah, eu estava sentindo muita falta das minhas montanhas, eternas inspirações. Coisa boa passar uns dias pertinho da natureza. E o dia começou com uma caminhada boa, levamos a Filó para passear. Foi bom, porque assim o passeio já fica garantido… Ela adora passear por aqui, e não perde uma oportunidade para ficar espiando as vaquinhas pastando nos morros. E olha, ela nem cansa com as subidas. Andamos por duas horas. Foi ótimo!

  • Conversando,  Um pouco de tudo

    Cada domingo – 24/01

    Hoje não pulei o post. 🙂 Depois de uns 5 dias bem cansada por conta da semana intensa de aulas online que dei, acordei cedinho para correr aqui nas ruas de São Paulo. Bem, não foi tão cedinho quanto eu gostaria, daria para ter levantado às 5h, mas acabei levantando só 5:35. Mas tudo bem, cada dia é um, cada semana é uma, e temos que respeitar nossos ciclos. Eu fiz yoga e passeei com a Filó de manhã cedo nos dias que não me animei a correr. Mas hoje foi um domingo como gosto, começando com a corrida. E bora arrumar disposição, porque a semana que vem será de bastante trabalho de novo. Boa semana para todas e todos!

  • Conversando,  Um pouco de tudo

    Cada domingo e falhou…

    E janeiro chegou atropelando, assim que eu voltei do Ateliê na Mantiqueira, no dia 07 de janeiro, mergulhei numa rotina de trabalho intensa, indo para meu ateliê todos os dias, de domingo a domingo. E aí, deu o óbvio, me esqueci de postar aqui, e esqueci de olhar para cada domingo que já passou. Como não quero pular mais (vou tentar mesmo não pular mais nenhum, embora não possa prometer que não vou me esquecer…rs), vou postar aqui duas fotos que fiz nos dois domingos perdidos. Essa eu tirei no dia 10/01, a Filomena Catarina, minha Foxhound Americano de 11 meses, em casa, em um momento “tô-largada-e-não-tô-cabendo-mais-na-cama”. Foi na hora do almoço, entre uma manhã de trabalho e o resto da tarde trabalhando também. E essa acima, tirada no domingo, dia 17/01, é uma plantinha meio matinho que encontrei na calçada aqui da minha rua, em um dos passeios que sempre faço com a Filó, e que levei para o ateliê para fazer uma experiência com resina. Fiz essa foto…