Arquivos diários: 1 de junho de 2017

CrisCast #14 – Arte na Escola

Ontem foi dia de novo Podcast no meu canal CrisCast, e nessa gravação eu falo um pouco sobre o ensino de artes nas escolas. 😀

Ouça no link abaixo:

CrisCast #14

Um dos últimos contatos de professores de escola que recebi foi da Suelen, que é professora no Centro Educacional Alfabeto, de Belo Horizonte, e na mostra de artes que a escola realizou por lá, no mês de maio, suas alunas usaram meus trabalhos como referência para fazer suas obras. Seguem algumas fotos dos trabalhos, esses, com as árvores, um dos meus temas preferidos…

Eles usaram também minhas pedras pintadas com pássaros como inspiração, e logo irei mostrar mais fotos aqui!


Dez dias para a Maratona!

Sim, sim, é inacreditável, mas faltam apenas 10 dias para a minha primeira maratona!
Dez dias apenas!!!

Acho que a primeira vez que escrevi aqui falando desse meu desafio pessoal eu estava a dez meses do dia da prova. Agora são dez dias! Puxa!

E hoje, coincidência ou não, foi meu último treino mais forte antes da semana que vem, quando irei descansar para fazer aprova melhor. Hoje corri 14km em ritmo mais intenso, e posso dizer que tive a sorte do meu treino mais forte da semana ter me encontrado em um dia particularmente bom. Hoje a corrida foi daquelas boas mesmo, daqueles dias em que treinar me deixa feliz, feliz…

Nem sempre é assim. Na maioria dos dias o treino é treino mesmo. Em muitos deles, é duro, você tem que se esforçar além dos limites. Mas em alguns poucos, bem poucos, a corrida te pega num dia feliz, e você corre com aquela sensação boa, parece até que dá para sentir o coração batendo feliz e “ritimado”, junto com seus passos. E mesmo com o esforço, parece que você só sente a sensação boa da corrida. São raros os dias assim, mas eles compensam todo esforço. 😀

Foram 10 meses focada nesse objetivo, conduzindo minha rotina para me preparar para a maratona.
Foram muitas consultas ao meu médico, mais de 30 sessões de fisioterapia, mudança nos treinos de academia, testes de pisada, testes com modelos de tênis diferentes. Várias sessões de onda de choque para as dores, mudanças nos hábitos alimentares, tanto no dia a dia como no pré treino. Alguns complementos que eu passei a usar, as adaptações nas minhas roupas de corrida, bobagens assim, mas coisas que fazem a diferença. Meses acordando cedo, com chuva ou sol, frio ou calor.

Foram meses em que mudei minha rotina de trabalho, passei a fazer exercícios em casa, passei a fazer mais práticas de yôga e alongamentos. Meses evitando ao máximo sair a noite, indo dormir cedo. Meses sem sair muito, sem ver os amigos, sem ir ao teatro ou ao cinema, sem tomar uns drinques, que também gosto.
Meses sem comer demais, sem comer de menos. Meses sem poder passear nos finais de semana, porque, afinal, eles eram de treinos.
Tudo girando em torno dessa prova.

E nesse tempo todo também experimentei uns dias de um certo pânico.
E se tudo der errado? E se eu não conseguir? E se me der um medo tremendo na hora?

Bem, eu ainda não tenho essas respostas, ainda não passei pelo desafio final.
Mas o que posso dizer com certeza é que me preparei, e da melhor maneira que eu pude, então agora não vejo a hora de chegar o tão esperado para mim dia 11 de junho.

E agora faltam apenas 10 dias! 😀