Pincéis pra pintura decorativa, como escolher, limpá-los e conservá-los

Os pincéis mais utilizados em técnicas de pintura decorativa são:

Pincéis de Cerdas: As cerdas são um tipo de filamento mais duro e firme, próprio para pinturas em tecidos mais encorpados, telas e para criara efeitos especiais de pintura sobre diversos materiais. Mais indicados para tintas mais espessas e pastosas, como as tintas para tecido e para tela.

Pincéis de Filamentos Sintéticos: Esse tipo de filamento é ideal para se trabalhar com as tintas acrílicas decorativas em peças de madeira, metal e cerâmica e também na pintura sobre telas. São firmes e ao mesmo tempo suaves, próprios para fundos e acabamentos, efeitos matizados e em degradê, portanto indicados para as pinturas em geral por oferecem um melhor desempenho tanto nos cantos e detalhes com em grandes áreas. Mais indicados para tintas de consistência média, nem muito espessas nem muito fluídas, como as tintas acrílicas Decorfix Fosca, Brilhanet e Metálica e também para bases, envelhecedores e colas.

Pincéis de Pêlos Naturais: Os pêlos naturais são os mais suaves dos tipos de filamentos, portanto mais indicados para pintura com tintas mais fluídas. Como são mais absorventes, também podem ser utilizados com tintas líquidas. E são especialmente indicados para a pintura de peças lisas e impermeáveis, como vidro, porcelana, faiança, cerâmica esmaltada e azulejos. Ideais para as tintas Decorfix 150 e também para aplicação de vernizes.

Cada tipo de suporte que será pintado também pede um tipo especial de pincel.
Veja algumas indicações abaixo:

PINCÉIS PARA PORCELANA, VIDRO E CERÂMICA

Para a pintura de peças lisas, impermeáveis e esmaltadas, como porcelana, faiança, vidro, azulejos e cerâmicas o ideal é utilizarmos pincéis de pêlos naturais, que são mais absorventes, portanto conseguem “carregar” uma quantidade maior de tinta e “segurar” essa tinta, que em geral é mais líquida. Também são indicados para esses materiais porque não riscam a pintura nem deixam marcas muito pronunciadas das pinceladas, o que aconteceria com pincéis sintéticos e de cerdas.

PINCÉIS PARA MADEIRA, PAPELÃO, CARTÃO E MATERIAIS POROSOS EM GERAL

Para a pintura desses materiais os pincéis mais indicados são os de filamentos sintéticos, que são firmes e sustentam as tintas acrílicas para artesanato e ao mesmo tempo são suaves e macios, de forma a proporcionarem uma aplicação mais precisa e com um acabamento melhor.

PINCÉIS PARA TECIDOS E TELAS

Podemos utilizar nesses suportes todos os tipos de pincéis com a mesma qualidade de acabamento e desempenho. A escolha do tipo a ser utilizado depende muito mais da técnica que será feita sobre o tecido do que do material específico (tecido). Se a técnica for do tipo “aquarelada” e, portanto, você for utilizar tintas mais líquidas ou diluídas, prefira os pincéis de pêlos naturais. Se a superfície, tanto da tela como do tecido for mais suave e uniforme, prefira os pincéis de filamentos sintéticos e se a superfície for mais rústica e com texturas, prefira os pincéis de cerdas naturais.

DICAS DE LIMPEZA E CONSERVAÇAO DOS PINCEIS:

As tintas acrílicas -que são as mais utilizadas em técnicas de pintura decorativa – embora solúveis em água, são altamente resistentes às lavagens. Dessa forma, se os pincéis utilizados com essas tintas não forem lavados muito bem após o uso, as tintas irão se fixar nos filamentos definitivamente, estragando os pincéis.

Para evitar que isso aconteça, mantenha-os sempre muito bem limpos durante o trabalho lavando-os com água e utilizando um paninho úmido para limpar sempre, após cada pincelada. Ao terminar o trabalho lave os pincéis com algum detergente neutro, e, de preferência, utilize um escova própria para limpar pincéis, feita de material rígido, para que os filamentos sejam friccionados e todo resíduo de tinta seja removido.

Aplique o detergente (eu utilizo o Gel Limpa Pincéis da Corfix), passando os filamentos delicadamente pela escovinha com o gel algumas vezes e enxaguando com bastante água corrente. Una os filamentos com a ponta dos dedos e movimente-os lateralmente para que toda tinta depositada na virola saia. Repita o procedimento quantas vezes for necessário.

Deixe o pincel secar em pé e guarde-o em uma caixa fechada, na posição horizontal quando não estiver utilizando-o.

Em meu canal no youtube eu gravei uma aula ensinando a lavar os pincéis, veja baixo:


6 comentários sobre “Pincéis pra pintura decorativa, como escolher, limpá-los e conservá-los

  1. Q aulas, heim, moça!!! Parabéns…
    Aliás, esse vídeo de como limpar os pincéis – q já vi da outra vez a vc postou – é muito útil e eficiente!
    Obrigada de novo…
    Bjins…

  2. Prezada, acho que dar aulas de graça como propaganda dos produtos da sua loja é péssimo…sabia que há muitos professores com formação acadêmica além de talento que dão aulas pois é sua profissão e precisam cobrar essas aulas? É triste isso, pois dando aulas de graça você faz parecer que não custa nada para o professor todo o investimento dele em estudos, além do fato de que as pessoas passam a querer tudo de graça…como é até já um costume do brasileiro. Você pode fazer propaganda dos produtos que vende na sua loja SEM dar aulas de graça…existem ótimas formas de fazer propaganda. Inclusive, existem excelentes profissionais da área de Marketing no mercado que podem ajudá-la nisso. Grata por suas postagens. Desejo-lhe muito sucesso sempre.

    1. Pois é, Adriana, cada um faz como achar melhor…
      Eu faço assim, também tenho formação acadêmica, sou formada em Educação Artística e para mim têm dado tudo certo, por isso sei exatamente como é…
      Mas pensando melhor no seu comentário, ele tem um erro bem básico: minhas aulas aqui, abertas e grtauitas, não têm como objetivo primeiro promover a venda dos meus produtos, ao contrário do que você sugere.
      Trabalho com arte, com a divulgação de técnicas, esse sim é meu objetivo, sempre trabalhei com isso, e dessa forma, e têm dado certo, eu tenho conseguido muitos outros trabalhos e projetos dessa maneira.
      Abrir meu site e blog foi uma opção que fiz, e acredite, eu sei exatamente quanto custa tudo isso, pois também sou profissional e me empenho muito no que faço.
      Bjs!

  3. Adoro seus posts Cristina… e continue assim… sem querer ser melhor do que ninguém! Afinal, cada um faz aquilo que achar certo!!! Parabéns pelo excelente trabalho e divulgação!!! Pois vc já parece que nasceu marqueteira… bjsss

    1. Obrigada, Juliana…
      Sempre pensei assim mesmo, fazer aquilo em que acredito. É duro agradar a todos mesmo, e nem é esse o objetivo…
      Faço simplesmente porque não poderia deixar de fazer.
      Muito obrigada! 🙂
      E beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *