Uma questão de coração

Hoje foi um dia especial para mim.

Não, ele não amanheceu lindo, azul e ensolarado como eu gosto, ao contrário, amanheceu uma quarta-feira bem cinza e com muita chuva, trânsito caótico pós feriado aqui em São Paulo, um dia com cara de que nada ia dar certo.
Mas ainda assim hoje foi muito especial, o dia mais esperado por mim nos últimos tempos…

Depois de seis semanas trabalhando exclusivamente nesse projeto – oito horas por dia, de segunda a sexta, incluindo sábados, domingos e feriados – hoje foi o dia das fotos para a revista mais bonita e bacana que temos por aqui, o dia em que eu fotografei uma matéria de pintura para a Make, da minha queridíssima Rita Paiva.

Rita e Cacá na produção...
Rita e Cacá na produção…
Ivan acertando os detalhes...
Ivan acertando os detalhes…

Conheço a Rita há 25 anos, pouco mais.
Ela foi minha primeira editora, a primeira profissional a me receber numa redação de uma revista (na época, na Editora Abril, pela Manequim e Arte e Casa) e nesses anos todos a Rita têm sido minha madrinha, aquela pessoa que me faz melhorar a cada toque seu.

Acho que poucas coisas podem ser mais especiais do que encontrar uma pessoa que desperta o seu melhor sempre. Acho mesmo que isso é tudo que podemos querer, encontrar alguém assim.

E eu posso dizer que tenho duas pessoas que me fazem isso: Sérgio, meu companheiro de trinta e tantos anos, com quem construí uma família e uma história (e sim, essa é uma longa história, daria um outro post); e Rita Paiva, que esteve sempre por perto em minha carreira, desde o tempo em que eu estava apenas começando, ainda sem muito para mostrar ou contar e um montão para aprender (bem, ainda tenho muito que aprender… sempre temos, afinal).

Ela sempre me mostrou um caminho, e hoje, mais uma vez, com essa nova matéria, eu pude rever meu trabalho mais antigo, a pintura decorativa, com uma toque atual e renovado.
Me sinto, uma vez mais, imensamente grata a ela, e por isso não poderia deixar de fazer uma agradecimento aqui.
Obrigada, Rita Paiva, por mais uma vez me mostrar o meu melhor. 😀

A palavra coração tem origem no latim, cor (ou cordis).
Naturalmente seu significado é entendido: o coração, nosso órgão vital, diretamente relacionado à nossa vida concreta, mas também ao afeto e ao amor. Da palavra coração originam-se muitas outras, e uma eu destaco aqui, a palavra concordar, que significa “com o coração“.
A Rita, para mim, é isso.
Com o coração, assim estamos ligadas. Para sempre, Rita.

É do coração...
É do coração…

E, para terminar esse post que fala de coração, gostaria de contar um pouquinho sobre minha nova tatuagem.

Coincidência ou não, minhas tatuagens sempre foram feitas em momentos especiais do meu trabalho. Posso até dizer que elas são símbolos do que o meu trabalho representa para mim, gravados na minha pele.

A primeira que fiz foi com o símbolo do meu logo, o coração/flor que está no alto da página aqui do blog, e que representa meu ateliê, em seu início.
Depois fiz a do meu símbolo do estúdio de serigrafia, quando retomei esse trabalho, outro momento importante. Nessa mesma ocasião eu tatuei o Beeko, meu passarinho feito em serigrafia, e que esteve presente em meus trabalhos de encadernação e colagem, outro momento importante do meu trabalho também.

E agora, marcando mais um novo tempo, em novo espaço, tatuei esse símbolo africano da etnia Adinkra, um coração, de nome Sankofa, que em sua tradução inicial significa “volte e pegue“, ou explicando melhor, quer dizer a importância de aprender com o passado.
Com esse novo trabalho retomei algo do meu passado, e refiz, melhor.
Nada poderia ser mais significativo para mim nesse momento…
É coisa do coração.

E a nova tatuagem...
E a nova tatuagem…

Vou tirar umas pequenas férias e volto em maio. 😀


4 comentários sobre “Uma questão de coração

  1. tão feliz por voce…
    Que história de encontro incrível entre voce e a Rita,anjos em forma de amigos …
    Adoro seu trabalho com estas pinturas encantadoras
    PARABÉNS!!!

    1. Carla, querida… Obrigada!
      A Rita é minha madrinha, e é o que desejo a todas as pessoas queridas como você, encontrar alguém assim.
      Beijos!

  2. Saudade do seu blog , de você, do seu carinho e entusiasmo, voltei!!! vou vir te visitar um pouquinho todos os dias!!!! Mais uma vez tenho que falar, que trabalho lindo e moderno, quero aprender!!!! Sucesso!!!!!! bjs

    1. Ah, Jacqueline, eu sigo aqui, fazendo meus trabalhos, criando coisas novas… Esse ano minha vida tá um pouquinho complicada, minha mãe está passando por um tratamento meio complicado, mas vamos levando, né? Que bom ter você aqui de novo… Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *