E sobre certos encontros…

Uma das coisas que mais gosto de fazer quando viajo é ficar andando pelas ruas das cidades em busca de lojas e lugares especiais. Adoro lojinhas de aviamentos, de materiais artísticos, de ferramentas, de produtos inusitados, e de livros, claro.

Tenho me interessado por sebos nas últimas viagens que fiz, e entro à procura de algo que nem sei o que é. Gosto de pensar que eu vou encontrar, é só procurar. E repito, não sei nem oq ue estou buscando…

Em meu mais recente passeio pelo centro histórico de Valencia, na Espanha, encontrei esse simpático sebo.

IMG_2727 (1)

Os primeiros livros que me interessaram nesse sebo eram os de encadernações com capa dura, algumas em couro e muito antigas – encontrei exemplares de 1880, 1840.

Mas nenhum, em particular me tocou, porque embora o assunto do livro em si não fosse o ponto, eu precisam me conectar com o livro que iria encontrar de alguma maneira. E isso não estava acontecendo…
Depois de ficar uma boa meia hora sem decidir por nenhum, resolvi mudar minhas buscas para outras prateleiras, e abri mão do critério “encadernação com capa dura”. Precisava de mais possibilidades.

Aí, do nada, me deparei com esse pequeno exemplar, que na verdade é um catálogo de exposições francesas em Barcelona, no ano de 1917. O número que cativou, final 17, ele de novo, meu número da sorte. E uma publicação de 100 anos antes. Perfeito.

IMG_2739

Depois de olhar as primeiras páginas, abro o livro no meio, sem critério, e dou de cara com a indicação da exposição do pintor Henri Matisse, meu preferido, no Salão do Outono daquele ano. E no catálogo estão também Monet, Gauguin, Degas, Renoir…

IMG_2735

Bem, certeza absoluta, era esse o livro que eu queria encontrar.

IMG_2732

IMG_2737

IMG_2730

IMG_2738

E hoje tem mais passeio pela cidade, oba! 😀


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *