CrisCast #18 – A onda “Vintage” resgatando técnicas manuais

Essa semana falei sobre a onda “vintage” e o resgate de algumas técnicas de trabalhos manuais que estavam esquecidas, lá no passado, e que voltaram com tudo.
Ouça no CrisCast #18 clicando no link abaixo:

https://soundcloud.com/cristina-bottallo/criscast-18-a-onde-vintage-e-o-resgate-de-tecnicas-manuais


Algumas das revistas de trabalhos manuais de 30 anos atrás, da minha coleção.

Pois é, é saudoso rever essas revistas e relembrar de meu tempo de menina, quando o interesse por artesanato e trabalhos manuais surgiu para mim.
Arte em Casa, Faça Fácil, fascículos de Artesanato. Depois a Fácil Fácil, o Ateliê Manequim, a Mãos de Ouro, o Suplemento Feminino do jornal O Estado de São Paulo… Quem se lembra?

Foram tantas e tão bacanas as revistas que fizeram parte da minha história, em, felizmente guardei parte dela, e hoje são uma excelente companhia em meu ateliê.


Pedras pintadas, uma das minhas preferidas…

Muitas dessas técnicas eu estou revendo e revisitando, e tenho gravado vídeos com elas para meu canal Cores da Cris. Aliás, meu maior objetivo com o canal é justamente resgatar e registrar todas as técnicas que mais gostei de fazer nesses 30 e tantos anos de trabalhos manuais, como profissional. 😀


Gnomo feito em resina e envelhecido

Esse é um trabalho especial, gnomos e duendes em resina, feitos com moldes de silicone.
Ainda não gravei essa técnica, mas nesse novo pacote de vídeos que irei gravar em breve, seu lugar é garantido!


Tear manual, revisitado como tear contemporâneo

Fazer tear contemporâneo é a maneira que encontrei para trabalhar com lãs, fios e linhas, já que não tenho tantas habilidades com esses materiais.
Mas quem nunca fez macramê, não é mesmo? As lãs e linhas são muito “queridas”, e trabalhos vintage com elas e estão com tudo!

O vintage é aquilo que antigo e virou um clássico, pelo seu caráter artístico e qualidade.
E é justamente buscando resgatar técnicas assim que estou fazendo minhas pesquisas para as novas gravações que vou retomar em julho.
Coisa boa!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *