“Uma viagem muito especial”


E aí está, “Uma viagem muito especial”

O nome acima é o título do meu mais novo livro de artista.
Ele fica dentro de uma caixinha, uma das 28 caixinhas de madeira que eu guardei durante quase 30 anos, esperando que um dia elas virassem um projeto bacana.


As caixinhas que venho colecionando há anos…

Minha primeira ideia com elas era pintá-las. Cheguei a pintar uma, ou pelo menos comecei, mas logo senti que não era isso que eu queria para elas, eu ainda não sabia o que queria, na verdade.
E isso foi há uns bons 20 anos atrás…


A tampa

Bem, a certeza de que elas não seriam pintadas eu já tinha, mas o que faria com elas?

Pois bem, a ideia que no fim, agora, se concretiza, de usá-las com minhas serigrafias, e transformá-las em livros de artista eu tive ano passado, em maio, quando estava viajando pela Flórida. Foi durante os percursos que fazíamos na moto, quando que ficava imersa em meus pensamentos que esbocei o projeto.

Retornei de viagem, as ideias estavam frescas e eu animada, mas a rotina dos compromissos que já tinha assumido me consumiu, e acabei deixando o projeto de lado, uma vez mais.

Foi só agora, em 2017, após a criação do meu livro “Caixas de Viagem” que eu pude resgatar as caixinhas e aí então, começar a realizar o que havia imaginado.


A caixinha aberta…


E aos poucos ele vai se revelando.


O livro é em formato de “rolo” e mede 3 metros

Esse novo livro – feito em serigrafia impressa em papel vegetal – mede 2,0×300 cm, e ele fica todo enrolado na caixinha, que mede 7,5×4,0. Além da serigrafia usei costura para fazê-lo, e colagem na tampa. A madeira recebeu uma pátina suave com tinta acrílica.

Essa é apenas a primeira das 28 caixinhas, mas agora, de fato, eu sinto que comecei algo que vai render bastante.
Me sinto animada, por fim! 😀


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *