Bauernmalerei,  Pintura em Madeira

E a madeira vira arte…

O tema desse mês de lançamento do meu novo blog é o “não é só um pedaço de madeira”, como escrevi nos posts anteriores.

E tudo isso porque amo essas verdadeiras preciosidades, um pedaço qualquer de madeira, que para mim, é melhor que uma tela em branco, é um verdadeiro convite para pintar.

Um pedaço de cerca já gasto pelo tempo pode virar um lindo quadro…

O que acho mais bacana nesse caso é que a gente faz a pintura sobre o fundo natural da madeira, sempre tão bonito, e que pode variar bastante, dependendo do tipo de madeira, se ela já foi usada em alguma construção, ficou exposta ao tempo ou não. Essa, acima, era de uma cerca, e como ficou no tempo, já tinha um aspecto natural de “gasta”, e fica muito bonita depois de pintada. Mas elas também precisam de alguns preparos…

O primeiro passo é lixar bem as madeiras, começando com uma lixa grossa para madeira, n. 150. Eu tenho usado lixadeira elétrica, que é muito bacana sobretudo para peças planas, mas você pode lixar manualmente também, é claro! E depois de lixar com a lixa grossa, finalize com a média, de n. 220. É bom termos uma lixa d’água, que é bem mais fina, também, pode ser a n. 400 ou até mesmo uma 600. Mas o lixamento fino faremos depois.

Eu gosto de aplicar um produto para evitar cupins em madeira, porque, como elas ficarão “ao natural”, isso pode acabar acontecendo. Existem diversos produtos para esse fim, e são facilmente encontrados em lojas de materiais de construção. Eles devem ser aplicados tomando todos os cuidados que o fabricante indica, usar máscara, luva, fazer a aplicação em local arejado. Parece algo complicado, mas não é: eles vêm em forma líquida, e aplicamos com pincel, deixando secar em seguida. Eu costumo aplicar nas madeiras e deixá-las “descansando” por ao menos uma semana, até para que o cheiro mais forte passe. Caso você more em um apartamento, o que tornaria mais difícil esse processo, eu recomendo que você aplique um veneno em spray, desses de uso doméstico, por toda a madeira e a também a deixe “descansar” por uns dias.

E então você pode seguir dois caminhos: aplicar uma seladora para madeiras, que pode ser um verniz acrílico fosco (líquido) ou goma laca, de preferência incolor, ou até mesmo uma seladora para madeiras, dessas que encontramos nas lojas de materiais de construção, e que também se aplica com pincéis, ou usar um verniz fixador fosco em spray. A função desses produtos é selar, fechar os poros da madeira para que ela não absorva demais as tintas que iremos usar na pintura.

Depois de aplicar o produto que desejar e deixar secar completamente, eu volto a lixar mais uma vez a madeira, apenas com uma lixa d’água fina, como falei acima, de n. 400 ou 600, já que o lixamento principal já foi feito. E aí então a madeira está pronta para receber a pintura do motivo.


A pintura é feita mesmo com as rachaduras e veios da madeira aparecendo.

Madeira é um material perfeito para as pinturas decorativas, e tintas acrílicas e PVAs, que são as que eu uso, se aplicam muito facilmente. A escolha da tinta é sempre uma opção pessoal… eu uso ambas, indistintamente. E falo um pouco sobre as diferenças entre cada uma nesse vídeo que você pode assistir em meu canal.

O conjunto acima foi pintado com as acrílicas decorativas foscas, as seis madeiras de fora, e a do centro foi pintada com PVAs decorativos.

Para esse conjunto acima eu preferi os acrílicos decorativos para os motivos mais tradicionais do Bauernmalerei, que fiz com os Guias de Pinceladas e Pranchas de Motivos do meu ateliê, porque trabalhei com cores mais básicas, e pinceladas mais marcadas. E optei pelo PVA para pintar o motivo central, com o meu Novo Bauernmalerei, seguindo os motivos dos Novos Guias de Pinceladas, porque são motivos em que mesclamos mais as cores, e os PVAs são levemente mais fluídos e perfeitos para isso. Mas a escolha das tintas e cores é sempre muito pessoal, experimente fazer algumas experimentações e veja quais são as suas preferências.

Pincéis da linha Cotman, que uso para pintar o Bauernmalerei

Enfim, me perguntaram como usar essas madeiras, se podemos fazer quadros, pendurar na parede… Sim, elas podem ser usadas na parede, e para isso basta colocar um ganchinho tipo triângulo no verso, mas você pode usá-las em prateleiras, na decoração, sem nenhum suporte ou gancho, como fiz em meu Ateliê na Mantiqueira.

Detalhe da prateleira de meu ateliê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *