Bauernmalerei,  Pintura em Madeira

E as madeiras redondas…

Fiquei muito feliz porque em meu novo perfil no instagram, o @bauern_da_cris muitas pessoas curtiram e me perguntaram sobre essas madeirinhas redondas, ou “rodelas” de madeira.

Um close das primeiras pintadas…

Como eu as fiz, como preparei, o que passei antes de pintar, como vou usá-las…

São tantas as perguntas que achei bacana fazer um post aqui. Mas já adianto, vai ter um vídeo com a pintura em passo-a-passo de uma delas em meu canal no youtube também, fiquem de olho!

Enquanto o vídeo não fica pronto, vou respondendo as perguntas por aqui e passando algumas dicas.

Bem, em primeiro lugar, eu consegui essas madeirinhas porque eu vivo literalmente “catando” todo tipo de madeira que encontro no caminho, e não é de hoje! Como eu também faço xilogravuras (gravura em madeira) e trabalho com livros de artista usando madeiras, sempre que encontro um bonito tronco caído, na roça ou na cidade, de alguma poda, eu pego (e sempre peço se ele for de algum vizinho, naturalmente).

Esse tronco foi de uma poda aqui em São Paulo, onde moro, e peguei há uns dois anos na rua. Levei para casa e deixei secar naturalmente, por semanas. Isso é muito importante porque não dá para serrar os troncos com a madeira verde ou úmida, ela acaba rachando, abrindo. Eu simplesmente deixei em um local seco e arejado por dias e dias até secar.

Depois, eu levei para uma marcenaria e pedi para um marceneiro serrar a mão. Eu não tenho serra elétrica, e é difícil serrar essas madeiras manualmente, e essas, em particular, ficaram um pouco irregulares, e não serviriam bem para as xilos, porque elas têm desníveis, a superfície não é completamente plana. Mas eu nunca desisto de madeiras, porque, afinal, “não é só um pedaço de madeira”, né, gente?

Elas sempre podem virar lindas peças artisticamente trabalhadas, então eu as guardei.

Mas aqui vai uma dica: algumas dessas grandes lojas de materiais para construção e decoração ou lojas de jardinagem vendem essas bolachas de madeira prontas. Não exatamente iguais, mas muito parecidas, em geral são de pinus ou eucalipto, madeiras que podem ser comercializadas.

Quando comecei a pensar em temas para trazer aqui em meu blog renovado, logo me lembrei dessas “bolachas” de madeira, e tratei de resgatá-las em meu ateliê. Aí, com uma lixadeira elétrica manual, eu lixei muito bem os dois lados de cada bolacha. A lixadeira elétrica é uma excelente aquisição para quem pinta madeira, eu tenho a minha há uns três, quatro, anos. Demorei um tempão para aderir a ela. Mas mudou minha vida, fica muito mais fácil trabalhar, e muito mais rápido. Recomendo!

Madeiras lixadas, tudo pronto para a pintura: o fato da superfície não ser totalmente plana não afetaria o trabalho. O importante é que não tivessem farpas ou soltassem fiapos. Aí comecei a pensar o que fazer com elas.

Como eu queria começar com o Bauernmalerei do começo mesmo, nada melhor do que pintar os motivos mais básicos, dos meus Guias de Pinceladas. Então mão as obra e comecei!

Eu pintei as madeiras cruas, sem um fundo. Eu adoro madeira natural, acho bonito o efeito dos veios, dos nós, a mudança de texturas e cores. Então por que não, não é mesmo?

Mas para dar as pinceladas do Bauernmalerei bem “certinhas”, o pincel redondo precisa deslizar facilmente pela superfície, então eu “selei”a madeira com verniz em spray fixador de acabamento fosco. Eu poderia ter usado goma laca incolor, verniz acrílico incolor ou mesmo uma seladora para madeiras a base de água. Mas eu estava sem esses produtos a mão, e o verniz spray deu certinho.

Ele sela, que quer dizer, fecha um pouco os poros da madeira, de forma que a tinta não seja absorvida de uma vez só. Isso é muito importante para que a pintura fique bem legal. Dica do ateliê aqui para vocês!

Bem, depois foi aquela coisa: escolher os motivos que eu ia pintar, passar o risco com papel vegetal e carbono e começar a pintar. Além dos Guias de Pinceladas, eu usei motivos das minhas Pranchas de Motivos também, escolhi flores e folhas para criar outras três madeirinhas pintadas, e como eu tinha 8 bolachas, a última, a central, eu pintei com os motivos dos meus Novos Guias de Pinceladas.

Para fazer as pinturas eu usei pincéis redondos, claro, como sempre deve ser no Bauernmalerei. Usei os das marcas Cotman e a nova marca que estou usando, Keramik (depois vou falar mais deles aqui no blog).

E pintei com os acrílicos decorativos de acabamento fosco da marca Corfix. Só o último, motivo central, que pintei com os PVAs decorativos da mesma marca. Aliás, sobre as tintas que uso, assistam esse vídeo sobre acrílicos e pvas aqui em meu canal, acho que vai ajudar vocês a escolherem a tinta que mais preferirem.

Todas as “bolachas” pintadas com os motivos dos meus Guias e Pranchas.

Por fim, me perguntaram como vou expor essas madeirinhas pintadas, se vou usar suportes, se vou pendurar…

Bem, as duas opções são válidas, com pequenos ganchinhos tipo triângulo no verso é possível pendurá-las e formar uma bonita composição na parede. Ou então, com suportes desses de pratos, pequenos, é possível apoiá-los em pé em alguma estante. Mas mesmo sem os suportes, a gente pode usar a imaginação e colocar as madeiras pintadas, simplesmente onde quisermos, não é mesmo?

Vou ficar devendo a foto que ilustraria essa parte do post, porque ainda não fiz uma ambientação com minhas madeiras pintadas. Mas prometo que vou fazer e trazer aqui para mostrar a vocês. Continuem me acompanhando aqui e nas redes sociais!

Abraços, e lembrem-se, não é só um pedaço de madeira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *