Pintura em Tela

Trabalhar sob encomenda ou vender peças prontas?

Essa é uma dúvida constante entre as pessoas que, assim como eu, criam peças e trabalhos em arte e/ou artesanato e querem vendê-los, e por isso gravei um vídeo que já está em meu canal no youtube amanhã.

E hoje, conto um pouco mais sobre essa história.

As cúpulas que pintei para essa encomenda

Recentemente eu recebi uma encomenda, e eu conto um pouco mais sobre ela no vídeo, e foi uma grande satisfação. A encomenda fluiu super bem, o cliente ficou satisfeito, pagou antecipado, ao fazer o pedido, e complementou o pagamento quando eu mostrei as peças prontas, e no fim, até encomendou outros trabalhos meus.

Fiquei muito satisfeita, pois o cliente fez questão de me enviar fotos das cúpulas instaladas, e até falou que eu podia usar em minhas redes. Claro que eu fiquei feliz, né?

Também fiquei muito feliz pois eu caprichei na embalagem, e mandei uma serigrafia minha de presente, com segundas intenções, claro… E como ele já conhecia meu site cores da cris, pois foi através dele que fez contato comigo, eu mandei o link da minha loja, onde vendo as serigrafias, e ele encomendou mais 3.

Mas o que eu realmente gostei, foi do email de agradecimento que ele me enviou:

“Oi Cris,

Serigrafias chegaram ontem por aqui!Obrigado tb pela mini serigrafia, linda, e já arranjei um lugar pra ela na casa!Estas “iscas” q vc envia + os detalhes cuidadosos na embalagem, geram um tremendo encanto junto ao cliente.Vc é quase uma Apple das artes, kkkkkk! (é que trabalho com industrial design, e a Apple é a empresa referência em gerar experiências legais)

Abs grande,

Seu cliente”

Não foi mesmo um comentário legal? Eu amei!!! E sim, foi isso mesmo, eu mandei uma “isca”, uma pequena serigrafia, mas um trabalho exclusivo, e ele acabou comprando mais. É assim que conquistamos a clientela… E eu estou caprichando nas embalagens agora, mandei fazer papel de seda com meu logo, adesivos, e sempre mando um cartãozinho de agradecimento. Acho que sempre dá para melhorar, mas a gente precisa – e deve – fazer o melhor possível, de cara! Porque como eu falo no vídeo, precisamos encontrar a nossa clientela, e depois, torná-la fiel.

Bom, isso tudo me animou, e vou gravar mais vídeos #pretonobranco falando de temas como esse, inclusive, a dúvida maior de todas e todos: como calcular preço de venda.

Aguardem!

Ah, e só para ilustrar, as telas que estão no meu vídeo, seguem fotos abaixo. Acabei de fazer. E se alguém quiser, estão disponíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *