FLORES PRENSADAS COM VÍTREO-RESINA – 353

Oi, pessoal, mais um bom dia para vocês! Na verdade, boa tarde…

Hoje a técnica do dia é outra das minhas preferidas, e eu vou trazê-la em duas partes, em vídeo. A peça é a seguinte:

E primeira parte segue abaixo:

Amanhã colocarei aqui o vídeo da segunda parte e mais algumas variações e dicas desse trabalho.

Bom restinho de domingo para vocês e até amanhã…


24 comentários sobre “FLORES PRENSADAS COM VÍTREO-RESINA – 353

    1. Que bom que você gostam Eni, eu adoro flores prensadas. Estou planejando visitar o CEAGESP, a feira de flores aqui em São Paulo em janeiro, quando o trânsito fica mais sossegado, ara comprar flores novas para meus trabalhos… Depois conto se eu for. Beijão!

    1. Oi, Marlêde, esse trabalho é mesmo muito legal… Com certeza você irá gostar de fazê-lo. Para pedir o kit é fácil: é só clicar no link da loja ao lado, ou entrar em meu site http://www.cristinabottallo.com.br e entrar na LOJA. Dentro da LOJA, vá para KITS. Na verdade ofereço dois pacotes, o kit completo dessa caixa, com as tintas, a caixa e a vítreo resina, além da prensa, ou só a prensa com a revista da técnica, você pode escolher o que preferir.

  1. Oi Cris, adoro artesanato e portanto estou sempre querendo aprender coisas novas. Hoje comprei uma revista na 25 de março que vc ensina a técnica de flores prensadas. Amei de paixão. estou louca para fazer a técnica, já estou imaginando mil utilizações.Ah! foi nessa revista que descobri seu blog, e chegando aqui fiquei “doidinha” com tanta coisa legal. Parabéns pelos seus trabalhos e obrigada por compartilhar seu conhecimento conosco. Bjs. Denise.

    1. Olá, Carol, como vai? Bem-vinda ao meu blog! O papel mata-borrão é um papel feito de fibras de algodão, puro de algodão. Se você não encontrá-lo, pode trocar por papel próprio para aquarela, de prefrência de algodão também. Existe um diferença entre a fibrad e celulose, que normalmente é utilizada em papéis, e a fibra de algodão, que é mais porosa e absorvente.

  2. Adorei ! Mas tenho uma dúvida se a flor for muito velha e estiver desbotada, tem como reavivar as cores, para usa-la, no caso de um buqu de casamento por ex, que está guardado há muito tempo, como faço para melhorar as cores? Obrigada e parabéns pelo trabalho e blog.

  3. Oi, Cristina ! Assisti seus vídeos sobre a prensa para flores e sua técnica e gostei muito , mas tenho uma dúvida : é fácil adquirir o papel mata borrão ??? Andei procurando e não achei , você pode me ajudar indicando onde comprá-lo ou se o mesmo pode ser substituído por outro tipo de papel . Aguardo sua resposta .Parabéns pelos seus lindos trabalhos .Obrigada e um abraço da Márcia

    1. Márcia, o papel mataborrão é um papel feito de 100% algodão, diferente dos outros papéis que são feitos com celulose. ele e mais absorvente, Vc pode substitui-lo por papel para aquarela, mas em geral esses papéis são mais caros. Aqui em SP vc encontra em boas papelarias, como a Papelaria Universitária. Ou use canson de gramatura 200, mais grosso. Também dá certo. Bom trabalho!

  4. Se eu comprar a prensa com você o papel mata borrão que vem junto com a prensa é suficiente para todas as camadas que a prensa suporta ???

    1. Oi, Márcia, a prensa vem com 14 folhas, o que dá para fazer 7 camadas. Vc pode colocar um número variável de camadas na prensa, depende do tipo de flor ou folha que vc vai secar. Mas com 7 já dá para fazer uma certa quantidade. Vc pode usar papel canson de gramatura 200 também (eu usei já e deu para fazer). O papel mata-borrão é de algodão, esse papel linho eu não conheço.

  5. por favor gostaria de fazer o trabalho mas nao encontro o papel mata borrão, ninguem conhece. Onde posso encontrar. obrigada

    1. Oim Tereza… o papel mata-borrão, é um papel 100% algodão, pergunte em boas papelarias por esse tipo de papel. Também serve papel de aquarela, mas ele é mais caro…

    1. OI, Renata… Até dá, só que a resina pode com o tempo amarelar. Melhor fazer a colagem e colocar um vidro.
      E detalhe, as flores prensadas desbotam com a luz do sol ou luz artificial, com o tempo o arranjo perde as cores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *