Como pintar móveis artesanalmente

11 de janeiro de 2011

Oi, pessoal, bom, dia!

Hoje eu vou “inaugurar” um novo espaço em meu blog, uma página de Dicas do Ateliê para diversas técnicas e ocasiões, com textos mais aprofundados para quem quer se aventurar em uma nova especialidade. Em breve irei criar na página de abertura do blog um botão com essas dicas, aguardem… O primeiro texto é sobre pintura de móveis, um dos temas mais procurados por aqui. Espero que vocês gostem… e aproveitem as dicas!


Móvel pintado com inspiração mexicana – post de n.234 de 22/08/2010

Dicas do Ateliê para Pinturas de Móveis

Preparo das peças:
* Antes de iniciar qualquer nova pintura é necessário retirar a tinta já aplicada, assim como resíduos de cera ou verniz. Esse procedimento é fundamental para que se obtenha um bom resultado.
* O primeiro passo é lavar a peça com água e sabão. Em seguida, aplique um produto próprio para retirar tintas, como o “Pintoff’’. Aplique o produto seguindo as instruções na embalagem, deixe agir por algumas horas.
* Raspe a tinta antiga com uma espátula. Utilize também palha de aço para ajudar na retirada da tinta amolecida.
* Lave a peça novamente e aguarde secagem.

IMPORTANTE: utilize avental, luvas e óculos para proteger os olhos ao usar produtos para retirar as tintas e tome bastante cuidado ao manusear seus solvente.

* Muitas madeiras escurecem depois de serem lavadas ou raspadas. Você pode usar água oxigenada ou outros produtos específicos para clarear madeiras após a limpeza dos móveis, com a madeira ainda úmida.

Mesmo que fique algum resíduo da tinta antiga e desde que seja apenas uma certa coloração e não “placas” de tinta, a nova pintura poderá ser feita sem problemas. As tintas cobrirão a superfície, e portanto cobrirão essas marcas da antiga pintura, mas se você deixar resíduos “físicos” da tinta original, a nova pintura poderá não fixar totalmente. Existem duas opções básicas de tintas para pintura os móveis: tintas acrílicas, que são solúveis em água e utilizam pigmentos em uma base de resina acrílica e oferecem uma cobertura mais superficial e suave ou tintas esmaltes, que possuem corantes em uma base de verniz, e que oferecem uma cobertura mais intensa e profunda.

Acabamento Final:

Utilize uma massa de acabamento para tampar furos e imperfeições das peças de madeira. Esse produto é encontrado em lojas de materiais para pinturas e deve ser utilizado sobre a peça j;a limpa, sem tinta e lixada. Aplique a pasta com uma espátula, retire o excesso, aguarde secagem e lixe com uma lixa fina para deixar bem rente. Veja na embalagem do produto as indicações de uso.


Mesa-aparador com pintura mexicana -post de n.238 de 26/08/2010

Tipos de Tintas Disponíveis para a Pintura Artesanal de Móveis

- A tinta acrílica é ideal para pátinas, satinês, decapês, aplicação de estênceis e para acabamentos mais rústicos. É mais fácil de usar e como seu solvente é água, não tem cheiro nem é tóxica. Além do mais, sua secagem é bem rápida. Observe que as tintas decorativas, próprias para pintura artesanal, como a da marca Corfix, que se chama Decorfix, são as indicadas, e são diferentes dos acrílicos vendidos para decoração de ambientes (pintura de paredes), e sobretudo diferentes de tinta látex ou PVA. A tinta látex ou PVA é uma resina orgânica. Extraída da seringueira, é um tipo de borracha, e por ser orgânica, é uma material que estraga com facilidade, por isso não são indicadas para pintura de móveis. As acrílicas decorativas são feitas com pigmentos especiais, de alta qualidade e resinas acrílicas, que não são tóxicas, não estragam e são muito resistentes ao tempo.
Acabamento: fosco-acetinado.
Prós: a base de água, não tem cheiro forte nem é tóxica, mais fácil de aplicar e utilizar. Própria para fazer pátinas, decapês e trabalhos com estênceis. Apresentadas em mais de 100 cores diferentes. Altamente resistente.
Contras: não cobre tão bem fundos brilhantes ou com camadas grossas de tinta, para cobrir fundos escuros são necessárias várias demãos, precisa de proteção com cera ou verniz suave após aplicação para não sujar, vêm em embalagens menores.

- A tinta esmalte oferece um acabamento mais resistente, porém é mais difícil de aplicar, são necessárias várias demãos para dar um bom acabamento e não deixar marcas das pinceladas. A base de solvente (tipo thinner ou aguarrás) tem cheiro forte e demora muito mais para secar. Como sua cobertura é mais intensa, é mais indicada para acabamentos brilhantes e semi-brilho e para cobrir madeiras escuras ou com resíduos de tintas que podem ser retiradas, peças laqueadas ou até mesmo fórmicas (desde que sejam porosas cou com alguma textura).
Acabamento: pode ser acetinado, mas em geral é brilhante.
Prós: altamente resistente, cobre bem qualquer superfície, brilho intenso (se desejado) e não precisa de verniz ou cera para proteção.
Contras: mais difícil de aplicar, a base de solvente tem cheiro forte e incômodo, marca muito as pinceladas se não houver cuidado nas aplicações, secagem lenta, necessita várias demãos.

- A tinta spray ou automotiva é uma tinta a base e solvente, que oferece um acabamento laqueado, de alto-brilho e bastante resistência. Especial para efeitos semelhantes ao da laca, é um tipo de tinta encontrado apenas em lojas especializadas em pintura, e não em lojas de artesanato. Sua aplicação requer alguma prática, e a peça deve estar muito bem preparada, com a superfície lisa e sem imperfeições e com um fundo de massa rápida, base própria para esse tipo de tinta. A vantagem de seu uso é que você pode aplicá-la em qualquer tipo de material e obter a mesma cobertura, não importando se a peça é calar ou escura.
Acabamento: brilhante.
Prós: altamente resistente, cobre bem qualquer superfície, brilho intenso e não precisa de verniz ou cera para proteção.
Contras: mais difícil de aplicar, precisa d evárias demãos e de um preparo mais cuidadosl da peça, tem cheiro forte e incômodo, não é muito econômica.

- O Médium Envelhecedor é um tipo de tinta particular, uma tinta própria para tingimentos, apresenta uma ótima pigmentação com uma base de resina acrílica transparente, ideal para pintar madeiras naturais e tonalizá-las, e também para fazer pátinas com sobreposição de acabamentos. Esse produto é encontrado apenas em lojas de artesanato e pintura decorativa, é da marca Corfix e Poe ser encontrado em 18 cores diferentes, sendo que muitos dos tons são cores de madeira como mogno, marrom madeira, amarelo ocre, marrom café e betume. Embora a embalagem seja pequena (60 ml), é um produto de alto rendimento. Deve ser aplicado na peça com ou sem pintura de fundo, limpa e lixadas em resíduos de cera ou verniz. Se você aplicá-lo sobre peças já pintadas, ele apenas dará uma tonalizada na cor que você escolher. Se a peça for de madeira natural ou crua o efeito é ainda mais interessante, um tingimento tonalizado. A base de água e com secagem rápida, é muito fácil de usar: você aplica com um pincel largo ou trapinho e retira o excesso em seguida com um paninho limpo. Para aumentar o rendimento, misture-o com o Gel Médium para Matizar também da marca Corfix.
Acabamento: fosco-acetinado com transparência.
Prós: a base de água, não tem cheiro forte nem é tóxica, seca rápido. Própria para fazer pátinas em tons naturais d emadeira e outros (são 18 cores)
Contras: como é transparente, não cobre totalmente os fundos. No entando, é indicada para tonalizar e não dar cobertura.


Aparador com pátina branca e estêncil – post n. 20, de 20/01/2010

Como Pintar um Móvel de Madeira (ou MDF) Escura com uma Cor Clara

Para pintar um móvel de madeira escura, envernizado ou já pintado com uma cor clara, como branco ou marfim, você deve, antes de mais nada, limpar a peça e retirar os resíduos de verniz e sujeira, com explicado anteriormente. Em seguida, limpe a peça e faça o restauro com uma massa própria para cobrir imperfeições e tampar furos, se necessário. Lixe novamente retire todo pó. Escolha o tipo de tinta que pretende usar, acrílica, esmalte ou spray, e pinte seguindo as orientações específicas de cada tipo de tinta. Se você quiser alta cobertura, prefira tinta esmalte, se preferir acabamento laqueado use a tinta spray e se quiser um efeito mais natural e rústico, fosco-acetinado, prefira a tinta acrílica decorativa (veja informações sobre cada tipo de tinta acima).

Outra opção é fazer uma pátina branca sobre a madeira escura, técnica que fica muito bonita e também é conhecida como satinê. Prepare a peça como indicado (limpe, retire resíduos de cera ou verniz e lixe). Aplique uma demão de cera incolor em todo móvel e aguarde secagem por alguns minutos. Aplique o Médium Envelhecedor na cor brancoe m toda peça, uma demão, sem excessos. Deixe secar bem e lixe com uma lixa grossa, fazendo com que o fundo escuro da madeira apareça por baixo da tinta branca. Limpe e passe uma flanela para lustrar. Outro produto que também pode ser usado para fazer o mesmo tipo de pátina é a tinta Decorfix Fosca branca, substituindo o Médium Envelhecedor.

A cera branca em pasta também pode ser usada para dar uma efeito diferente às madeiras escuras, porém sua cobertura é mais superficial.

Como Escurecer um Móvel de Madeira (ou MDF)

Para escurecer um móvel de madeira clara você pode usar o Médium Envelhecedor em um tom de madeira mais escura, como o marrom Café ou Betume, por exemplo. Se a peça não tiver nenhum tipo de pintura e estiver e m seu estado natural, esse método de pintura irá tingir e escurecer a peça com alguma transparência, deixando que se vejam os veios naturais do material original. Fica muito bonito e depois você pode apenas encerar, para proteger ou envernizar o móvel, se gostar de acabamento com brilho.

Observe que caso a peça tenha uma pintura branca com brilho, esmaltada ou semelhante a uma fórmica, o envelhecimeto criará um efeito interessante, porém a cobertura não será total.

Se quiser cobrir totalmente um móvel já pintado com outra cor mais escura, proceda com as etapas de preparo da peça e escolha a cor e o tipo de tinta (esmalte, acrílica ou spray) que deseja aplicar. Nesse caso você não terá problemas com a cobertura, desde que utilize umas das três opções de tinta com cobertura que citei acima (todas menos o Médium Envelhecedor).

Como Pintar com Cores Fortes ou Laquear um Móvel de Madeira (ou MDF)

Para laquear um móvel a tinta que deve ser utilizada é a tinta ducco, ou tinta automotiva. Essa última geralmente é apresentada na versão “spray”, uma vez que a laqueação deve ser feita com a aplicação de diversas camadas bem uniformes desse tipo de tinta, geralmente utilizando-se uma pistola própria para pintura. Não é um processo muito fácil, requer alguma prática, e para que se obtenha um ótimo resultado a peça deve ser preparada com a massa rápida, fundo próprio para esse tipo de tinta. Esses produtos são a base de solvente, tem cheiro forte e demoram um pouco a secar, por isso devem ser trabalhados em locais arejados, com o uso de máscaras próprias e proteção para as mãos e roupas.


Filed under: Dicas do Ateliê

Tags:, ,

79 Comentários Deixe um comentário

  • 1. Marlêde Galvão Malta  |  11 de janeiro de 2011 às 10:40

    Ficaram lindas as peças! Com essas dicas que vc passou, basta um pouco de sensibilidade que agente consegue fazer um bom trabalho. Admiro sua generosidade por dividir com agente suas criações. Bom dia!!!

  • 2. Jacqueline Geaquinto  |  11 de janeiro de 2011 às 15:49

    Adorei ! Suas dicas foram ótimas… esses móveis que pinta são lindos!!!!
    bjs

  • 3. Flames  |  11 de janeiro de 2011 às 16:57

    Cris,
    Muito úteis suas dicas! Elas, certamente, ajudarão muitas pessoas, que assim como eu, têm dúvidas sobre qual tipo de tinta usar!!! Obrigada por facilitar nossas vidas, disponibilizando seus conhecimentos!!!! Valeu!!!!!
    Ah, quase esqueço, esse móvel da sala Frida é maravilhoso, como tudo mais que se encontra lá!!!
    Bjo.

  • 4. eni silva  |  11 de janeiro de 2011 às 20:18

    olá cris
    não via a hora de chegar esta postagem é maravilhoso não me canso de ver como ficou tão lindo a pintura em móveis
    e vou amar esta nova página que está por vir eu ainda mais eu que amo renovação… bjks

  • 5. Tatiane Momoi  |  12 de janeiro de 2011 às 11:40

    Olá Cris, tdo bem?
    Mais uma vez, parabéns! Amei essa novidade no blog. Obrigada por dividir seus conhecimentos conosco. Fruto de tantos anos de trabalho, estudo e dedicação. Valeu mesmo! Posso fazer uma pergunta? A dúvida pode parecer absurdamente boba, mas enfim… Tenho alguns móveis que ganhei e pretendo mudar o visual para deixar mais “minha cara”. Bem, a dúvida é: se eu optar pela acrílica decorativa, como faço com o tamanho tão pequeno dos potinhos? Vou usar vários! Tem essas tisntas em tamanhos maiores? Qual das opções você usou na estante e no aparador? Falei que a pergunta era boba… Mas se eu não perguntar para alguém que sabe tanto como você, além de ficar sem aprender, corro o risco de fazer besteira nos móveis, rsss.
    Obrigada mais uma vez. Grande abraço.

  • 6. marli machado  |  12 de janeiro de 2011 às 18:19

    oi Cris, td bem?
    Já chegou minha encomenda, veio td direitinho.Sgora é só praticar.
    Cris, já era pra ter te perguntado e acabei me esquecendo:como funciona esse pinta olhos?Eu nunca vi pra vender…
    E tbém quero te parabenizar pela exposição, e tbém pelos trabalhos postados hj.Menina, ficaram maravilhosos…
    Vc podia fazer um dvd com técnicas de restauração de móveis…quem mora longe e não tem como estar fazendo esses cursos maravilhosos, os dvds ajudam mto.E eu tbém queria saber a mesma coisa que a colega Tatiane te perguntou a respeito das tintas.
    bjos e obrigada

  • 7. Toninha  |  12 de janeiro de 2011 às 22:24

    Oi Cris
    Estou adorando este espaço no seu blog porque poderei tirar várias duvidas e você sabe que sou apaixonada pelas suas pinturas e estes moveis do espaço Frida ficaram lindos e precisa ser mostrado mesmo porque mais pessoas terão oportunidade de ver uma peça tão linda como esta.
    Bjsssss

  • 8. Cristina Bottallo  |  14 de janeiro de 2011 às 17:22

    Oi, Toninha, que bom saber que vc gostou… Já estou preparando os próximos textos…
    Beijão!

  • 9. Cristina Bottallo  |  14 de janeiro de 2011 às 17:33

    Oi, Marli, que bom que chegou tudo certo, fico feliz em saber! O pinta-olhos tem aquelas partes vazadas, para a gente riscar com um lápis e desenhar o formato dos olhos. Mas também podemos usá-lo para fazer tracinhos, pétalas e folhas, pegando a tinta pela lateral do instrumento. Vou ver se gravo uma MINIAULA semana que vem com esse material, porque de fato foi pouco divulgado. Gostei das sugestões para novos DVDs, vou pensar mas técnicas. Sobre as tintas, o maior tamanho das acrílicas decorativas é de 250ml. É maior que o potinho regular, de 37ml, mas concordo que ainda é pequeno se formos pintar todo fundo do móvel. Então minha dica é usar tinta acrílica de galão, comprada em lojas de materiais de construção apenas na cor de fundo e as acrílicas decorativas de potes menores nas cores utilizadas para motivos ou detalhes. Mas adianto que as tintas não são iguais, as acrílicas decorativas são bem mais consistentes, pastosas. E os móveis que eu mostro no post foram feitos com os potes de 250ml, que acabam rendendo bem. Não usei mais de um pote em nenhuma das peças. Beijos e bom trabalho!

  • 10. Cristina Bottallo  |  14 de janeiro de 2011 às 17:34

    Oi, Tatiane, que legal, fico feliz em saber que vc gostou das dicas. Sobre as tintas, repito o que falei para a Marli, o maior tamanho das acrílicas decorativas é de 250ml. É maior que o potinho regular, de 37ml, mas concordo que ainda é pequeno se formos pintar todo fundo do móvel. Então minha dica é usar tinta acrílica de galão, comprada em lojas de materiais de construção apenas na cor de fundo e as acrílicas decorativas de potes menores nas cores utilizadas para motivos ou detalhes. Mas adianto que as tintas não são iguais, as acrílicas decorativas são bem mais consistentes, pastosas. E os móveis que eu mostro no post foram feitos com os potes de 250ml, que acabam rendendo bem. Não usei mais de um pote em nenhuma das peças. Beijos e bom trabalho!

  • 11. Cristina Bottallo  |  14 de janeiro de 2011 às 17:37

    Que legal, Eni, então parece que adivinhei, não? Beijos…

  • 12. Cristina Bottallo  |  14 de janeiro de 2011 às 17:39

    Oi, Flames, que legal! Essa ideia das dicas agradou mesmo, que bom… Já estou preparando os textos para as próximas dicas. Beijos!

  • 13. Maria  |  10 de fevereiro de 2011 às 11:34

    Prezada Cristina, comprei um móvel na loja Carmen Flores ( PoA -RS), que veio com mancha nas laterais ( o mesmo efeito de uma unha que recebe apenas uma mão de esmalte…) levei todo meu period de garantia tentando trocar por outra peça melhor. Como a fábrica estava sendo desativada, aceitei que me fornecessem o produto para ser passado no móvel para emparelhar. De nada adiantou, pois apenas me forneciam um verniz e ainda por cima incolor… bem, (desculpa o desabafo rss) mas qual produto eu deveria usar, já que parece-me se tratar de um tonalizante de madeira e não uma “tinta” em si. O que posso fazer?? Se puderes responder pelo meu e-mail, ficarei muito grata. Att, Maria

  • 14. Cristina Bottallo  |  11 de fevereiro de 2011 às 20:48

    Maria, como vai? Obrigada pelo contato e pela visita ao meu blog. Fica muito difícil para mim dar alguma sugestão sem ver a peça, se vc pudesse tirar algumas fotos, da parte com defeito e de alguma parte que esteja ok, seria bem mais fácil para eu te ajudar. Quanto a um produto que tonalize, o que eu imagino é o betume, que deixa um tom bem escurecido, ou o Médium Envelhecedor da marca Corfix, que existe em várias cores. Se vc me passar mais detalhes, talvez eu possa ajudar.

  • 15. Lourdes  |  20 de março de 2011 às 22:54

    Olá Cris! Parabéns por esse espaço! Muito legal!
    Eu pinto muitas peças pequenas de artesanato em mdf e como a maioria delas precisa de um fundo branco, perco muito tempo nessa fase. Gostaría de saber, então, se na sua opinião seria útil uma pistola e um compressor pequenos para fazer principalmente essa primeira demão ou até mesmo dar acabamento em algumas peças, pois me dá a impressão que fica bem mais uniforme. Vc me aconselha comprar? conhece algum que seja pequeno, tipo caseiro mesmo? Um grande beijo e sucesso sempre.

  • 16. Cristina Bottallo  |  21 de março de 2011 às 10:24

    Oi, Lourdes, tudo bem?Bem vinda ao meu blog e obrigada pelo comentário simpático! Sem dúvida pintar as peças (o fundo das peças) com o compressor é mais prático e ajuda a fica uniforme, mas eu, particularmente, não tenho nem uso compressor, acho que é uma escolha pessoal. Eu sei que existem alguns próprios para trabalhos mais artesanais, mas como não uso, não saberia te indicar um em especial. Sei que a Casa da Arte vende, mas na internet vc deve encontrar mais opções. Beijãoe bom trabalho!

  • 17. glaucia  |  1 de junho de 2011 às 20:18

    vc esta de parabens seus trabalhos são lindos,eu tambem sou amante da arte ,eu pinto quadros á óleo.entrei no seu e-mail por que tenho enterece em aprender ,por q tenho mesa e cadeiras antigas ,e quero aproveitala

  • 18. Cristina Bottallo  |  2 de junho de 2011 às 19:36

    Obrigada, Glaúcia ,e bem-vinda ao meu blog. Aqui você vai encontrar muitas dicas de como pintar móveis, olhe tudo com calma… Visite a página TODAS AS TECNICAS que organiza melhor os posts e volte sempre! Bjs…

  • 19. lena coelho  |  22 de agosto de 2011 às 15:11

    oi, gostaria de te pedir uma dica, o que usar em cima da tinta acrilica branca para proteger o movel? Não gostaria de usar o verniz pois amarela com o tempo pelo menos os que já usei.Só a cera protege? e que tipo de cera?Seus trabalhos são lindos.obrigada, Deus te abençoe.Lena

  • 20. Cristina Bottallo  |  23 de agosto de 2011 às 21:22

    Lena, o melhor é você usar cera em pasta incolor, mesmo, ela protege bem, mas naturalmente pode ir saindo aos poucos, o ideal é vc reaplicar de vez em quando. Obrigada pelo carinho e beijos.

  • 21. Eliana Rocha de Jesus  |  1 de dezembro de 2011 às 20:01

    Nossa! Obrigada por nos presentear com essas imagens tão lindas!!! Parabéns!!!!

  • 22. Tereza Ramos  |  1 de dezembro de 2011 às 21:35

    Oi Cristina, você está de parabéns, seus trabalhos são lindos!!!
    Obrigada pelas dicas, adorei.
    bjOo.
    Tereza

  • 23. Cristina Bottallo  |  2 de dezembro de 2011 às 21:12

    Oi, Tereza, obrigada, volte sempre por aqui…
    Beijos!

  • 24. Cristina Bottallo  |  2 de dezembro de 2011 às 21:13

    Olá Eliana, que bom que você gostou.
    Beijos!

  • 25.  |  12 de dezembro de 2011 às 18:59

    Ola Cristina, Impressionante a sua explicação!! Cheguei agora no seu blog e vou abusar ja.. pode olhar a minha comoda e me dizer oq vc acha? pintei com tinta esmalte com fundo em latex… vou procurar essa decorfix. abraço
    ro

  • 26. Cristina Bottallo  |  13 de dezembro de 2011 às 14:20

    OI, Rô, vi seu blog e sua cômoda, amei!!! Linda, parabéns!
    Obrigada pelos comentários, e volte sempre pro aqui!
    Beijos,
    Cristina

  • 27. celia botelho  |  6 de fevereiro de 2012 às 11:49

    Parabéns e que vc tenha sempre esa luz a brilhar e a humildade de dividir conosco seus ensinamentos e inormações. Muita Paz! Celia

  • 28. Cristina Bottallo  |  7 de fevereiro de 2012 às 21:49

    Obrigada, Celia! Adoro compartilhar meu trabalho… Beijos!

  • 29. Jorgina  |  22 de fevereiro de 2012 às 21:56

    Olá
    Gostaria de sua opinião, tenho uma mesa de jacarandá escura (mesa de escritorio) e gostaria de pintar com uma cor clara. Você acha que dá certo ou vou estragar a mesa antiga?
    Abraços
    Jorgina

  • 30. Cristina Bottallo  |  26 de fevereiro de 2012 às 19:33

    Jorgina, o ideal é fazer uma pátina branca sobre o fundo escuro… Eu não sou especialista nesse tipo de trabalho, mas há muita gente que faz… Fica bonito!

  • 31. ivone gritzbach  |  14 de março de 2012 às 18:00

    estou pintando uma peca que na pintura antiga tinha verniz betume usei aguaraz e thinner .depois lixei ,na hora de pintar passei branco e ficou amarelado o que fazer. desde de ja agradeco.

  • 32. Cristina Bottallo  |  14 de março de 2012 às 21:16

    Ivone, em primeiro lugar, boa noite.
    Obrigada por visitar meu blog. Bem, não entendi porque você usou aguarrás e thinner para diluir o betume, eu não recomendo. O correto é usar só aguarrás. E o betume demora muito para secar, uma semana, às vezes mais… Se ficou amarelo, provavelmnte foi porque você aplicou a tinta no betume ainda úmido. Aí vai manchar mesmo…
    Bom trabalho e até mais,
    Cristina

  • 33. ivone gritzbach  |  15 de março de 2012 às 10:38

    bom dia cris talvez eu nao tenha me explicado direito, o que acontece u foi que a peca que minha cliente pediu para que eu restaurasse e´´ antiga e nela estava aplicado betume, na retirada deste betume da peca eu usei thinner edeixei limpa a peça, com a peça limpa apiquei uma mao de seladora e em seguida tinta esmalte a base de agua, branca foi ai que a peça ficou amarelada, sera que se eu passar cera branca para artesanato vai tiraar este amarelado.muito obrigada pela sua resposta. UM ABRAÇO. DESCULPE OS ERROS NÃO TENHO MUITO JEITO COM AOMPUTADOR.

  • 34. Cristina Bottallo  |  18 de março de 2012 às 21:45

    Ah, Ivone, agora entendi… acho que foi então a seladora. Algumas amarelam a peça mesmo… Será que não foi isso? E quanto à cera, acho que não vai ajudar, ela não cobre totalmente o fundo, vai continuar amarelado… Beijos e bom trabalho!

  • 35. ivone gritzbach  |  19 de março de 2012 às 9:05

    bom dia cris, muito obrigada pela sua atençao, deixa eu te perguntar eu tenho outra peça para restaurar , oque voce me aconselha para retirar o betume antigo da peça, que produto devo usar ecomo trabalhar para que nao aconteça da peça amarelar. um abraço.

  • 36. Cristina Bottallo  |  20 de março de 2012 às 8:32

    Ivone, para retirar tintas antigas o melhor sempre é usar pintoff. Ou, no caso do betume, aguarrás. Mas o ideal é sempre lixar bem depois e deixar secar bem. Bom trabalho!

  • 37. ivone gritzbach  |  21 de março de 2012 às 9:19

    oi cris, bom dia, obrigada por dividir seus conhecimentos comigo . valeu!!. me ajudou muito. grande abraço.

  • 38. Cristina Bottallo  |  21 de março de 2012 às 23:33

    Legal, Ivone, conte comigo sempre. Beijos!

  • 39. Melisa Cunha  |  2 de abril de 2012 às 9:06

    Oi Cris,
    Muito boa e úteis essas dicas sobre os tipos de tintas e maneira de manuseá-las. Para quem já tem noção, um acervo, e pra quem ainda não sabia um manual prático valioso.
    Parabéns!!!!!!!!

  • 40. Cristina Bottallo  |  11 de abril de 2012 às 13:22

    Obrigada, Melisa, que bom que você achou assim, essa é a ideia! Beijos e bem-vinda ao meu blog!

  • 41. Andrea Terzi  |  16 de abril de 2012 às 23:43

    Oi Cristina , adoro artesanato e faço algumas coisas de pintura em madeira , mas nada profissional , só por hobby mesmo . Estava procurando no google alguma técnica de escurer uma mesa envernizadana cor marfim . Pensei no betume e depois envernizar , foi o que eu achei no seu blog . O que acha ? Como posso fazer isso ? Tenho que lixar bem a mesa e as cadeiras , depois aplicar o betume , 1 demão só basta ? Ou até o tom que eu achar necessário ? Depois aplicar o verniz incolor ???
    Outra dúvida , os pés das cadeiras estão com marcas dos dentes da minha cachorrinha … tenho que passar aquela massa que tampa as imperfeições da madeira , não é ? Mas qdo aplicar o betume vai ficar uniforme ?
    Fazendo desta forma com medium envelhecedor vai ficar aparente os veios da madeira não é? Vc acha que vai fica rum trabalho bonito ? Ou é melhor aplicar outra técnica ????
    Me dê uma luz
    , por favor !!!
    Muito Obrigada !!
    Bjs
    Andrea

  • 42. Cristina Bottallo  |  21 de abril de 2012 às 16:18

    Oi, Andrea, o betume é uma boa opção para envelhecer, ele deve ser aplicado uma única vez, mais ou menos diluído, dependendo do acabamento que você quiser. Se quiser mais forte, menos diluído. Passe cera incolor antes de aplicar o betume, deixe secar um pouco e só depois aplique o betume. Retire o excesso com um pano. Eu não envernizo. O betume fica bem rústico, e esses reparos que você pretende fazer na madeira vão ficar aparentes, de um jeito ou de outro. O medium evenvelhecedor apresenta o mesmo acabamento, ambos mostram os veios da madeira. Tenho mais posts sobre o tema, dê uma lida, ok? Beijos e bom trabalho!

  • 43. leticia  |  29 de maio de 2012 às 18:01

    Achei um criado mudo na rua e resolvi me aventurar a reformá-lo. Já lixei bastante e passei uma tinta branca como base. Pretendo pintar de azul turquesa mas não queria que ficasse fosco. Como sei que o processo para parecer laqueado é meio complicadinho, queria sua opinião sobre qual tinta usar para que fique bonito e com brilho! No mais, virei fã do seu blog! bjs

  • 44. Cristina Bottallo  |  31 de maio de 2012 às 16:40

    Oi, Letícia… existe uma tinta acrílica brilhante da marca Corfix, para pintura decorativa, que dá um acabamento bem bonito e com brilho, mas não é laqueado. O problema é que as tintas brilhantes têm menor cobertura que as foscas, e é preciso passar mais demãos, muito mais… dá mais trabalho. Uma opção é passar verniz. Mas eu, pessoalmente, não gosto de verniz, prefiro sempre as tintas de acabamento próprio. Gosto muito dessa brilhante, experimente. Bom trabalho!

  • 45. wany  |  9 de junho de 2012 às 22:40

    Boa Noite!
    Querida,parabéns pelo lindo blog.Por favor,gostaria de tirar um dúvida com vc.Pintei algumas cadeiras de madeira com tinta spray branco fosco,porém,naõ sei o que fazer para impermeabilizar as peças não quero que elas risquem ou fiquem manchadas com facilidade.O que devo fazer?BJS

  • 46. Cristina Bottallo  |  10 de junho de 2012 às 11:35

    Wany, ou você aplica um verniz bem potente ou cera, mas sempre que a peça estiver pintada com tinta fosca, há um risco de ficar manchada ou riscada sim…

  • 47. wany  |  10 de junho de 2012 às 17:20

    Boa Tarde!
    Cris,eu passei em uma das cadeiras cola para madeira diluída com um pouco de água(Emulsão à base de PVA que após secagem apresenta uma película protetora transparente de elevada durabilidade)acho que ficou bom.Você acha que que a cola pode proteger a pintura assim como o verniz?vc já experimentou isso alguma vez na vida??? devo passar essa mistura nas outras cadeiras ???rsrsrs…Bjs e desde de já agradeço pela atenção!

  • 48. Cristina Bottallo  |  10 de junho de 2012 às 20:08

    Wany, eu nunca usei esse produto, mas cola diluída não me parece um bom protetor. Não sei, eu sempre prefiro cera… Mas realmente nunca usei esse produto. Abraços!

  • 49. Hévilla  |  29 de junho de 2012 às 18:31

    Boa noite Cristina, adorei as suas dicas!
    Então, queria muito fazer laqueação nos meus móveis, mas também não queria gastar muito, então pensei na possibilidade de fazer um curso, você indica algum lugar, mas que seja presencial e em BH (rsrsrs). Obrigada e bom trabalho!!!

  • 50. Cristina Bottallo  |  29 de junho de 2012 às 21:42

    Oi, Hévilla… Infelizmente não conheço nuguém que dê aulas de laqueação no momento, nem aqui em SP… Mas obrigada pelos elogios e volte sempre!

  • 51. Valéria  |  23 de julho de 2012 às 21:44

    Boa noite
    Pintei um aparador com betume à base de água. Ficou lindo!!!!! Tipo móvel envelhecido,como eu queria. Oriente-me em como faço pra fixar o betume na madeira, mas não quero verniz,porque gosto do tipo fosco. Aguardo resposta urgente.
    Grata.
    Um abraço,
    Valéria

  • 52. Sylvia  |  26 de julho de 2012 às 12:02

    Ola Cristina! Vi seus trabalhos e dicas e fiquei apaixonada. Gosto de fazer estes trabalhos mas estopu sem tempo. Gostaria de encontrar alguem para pintar uma mesa redonda com seis cadeiras .Estão envernizadas, gostraia da mesa branca e das cadeiras amarelas. Vc. sabe quem o faça perto do bairro da Mooca? Obrigado!

  • 53. Cristina Bottallo  |  26 de julho de 2012 às 17:43

    Olá, Sylvia, como vai? Infelizmente não vou poder te ajudar, não conheço não… :(

  • 54. Cristina Bottallo  |  28 de julho de 2012 às 19:20

    Valéria, experimente aplicar cera em pasta incolor, eu uso e gosto bastante. A Corfix tem uma muito boa. Abraços e parabéns pelo trabalho,
    Cristina

  • 55. Charise bresolin  |  17 de setembro de 2012 às 10:10

    Oi Cris, eu tenho um problema, como restauro móveis velhos, lixo antes sempre e dps passo a tinta branca, mas na maioria das vezes ele fica com manchas e amarelado, não totalmente branco, os últimos que fiz até passei um selador acrilico antes, mas não adiantou, que tipo de selador eu passo, para dps passar o branco acrilico?

  • 56. Cristina Bottallo  |  17 de setembro de 2012 às 14:47

    Charise, esse tipo de manchado vem da madeira que você está pintando. Ou a peça tem uma madeira que mançha ou produtos nela que podem manchar, como goma laca, ou verniz. O ideal seria passar um produto para retirar/remover todos os resíduos da madeira. Se o selador não adiantou, não vejo outro jeito. Boa sorte aí…

  • 57. Andreia Christine Monteiro  |  24 de outubro de 2012 às 1:02

    Olá Cristina!
    Quero pintar uma arca branca com tinta laqueada preta. Minha dúvida é se posso pintar com rolinho ou se tinta laqueda só pode ser utilizada com pistola ou compressor?
    Quero que o móvel fique preto brilhante. Aceito sujestões.
    Desde já, parabéns pelo Blog.

  • 58. joesa  |  1 de novembro de 2012 às 13:19

    Adorei seu blog…gosto muito de trabalhos manuais. Restauros meus próprios móveis quando posso,porém uso tinta esmalte sintético por ser mais resistente.Gostaria de uma dica sua pra pintar de maneira uniforme.Será que se eu usar o compressor seria melhor?Teria necessidade de passar fundo para madeira?Eu nunca usei…me ajuda?

  • 59. Cristina Bottallo  |  2 de novembro de 2012 às 14:26

    Olá, Joesa… Eu não uso esmalta nas minhas peças, mas certamente o compressor ajuda. E o fundo é muito importante para deixar a pintura uniforme sim, parece até que existe uma massa rápida própria para esse tipo de tinta. O ideal seria você se informar com os fabricantes desse tipo de tinta.
    Bom trabalho e obrigada pelos comentários! :)

  • 60. Cristina Bottallo  |  2 de novembro de 2012 às 14:32

    Oi, Andréia, tinta ducco para fazer laqueado não pode ser aplicada com rolinho, não, e fica melhor com compressor.
    Mas eu não sou a pessoa mais indicada para te dar dicas dessa técnica, eu não pinto com esse tipo de tinta… o melhor seria você procurar quem trabalha com isso.
    Bom trabalho,
    Cristina

  • 61. adriana  |  17 de janeiro de 2013 às 20:13

    Excelente dicas.
    Obrigada por dividir informações tão valiosas, isso mostra que ale, de uma grande artista é um ser humano generoso e competente e isso só pode levá-lá a ter mais bençãos a cada dia.

    Grande beijo e todo meu carinho

  • 62. Cristina Bottallo  |  20 de janeiro de 2013 às 20:12

    Obrigada, Adriana, procuro fazer desse espaço um lugar bacana mesmo, com informações relevantes, obrigada por me acompanhar. Beijos!

  • 63. Cleber  |  17 de fevereiro de 2013 às 20:08

    Cristina, comprei um rack em MDP (tipo casas bahia) com pintura em UV. Quero pintar uma parte dele que, é preta , com tinta branca fosca… qual sua sugestão? Tenho garagem e área descoberta para executar a pintura. Obrigado

  • 64. TANIA MARQUES  |  12 de agosto de 2013 às 13:39

    Olá,
    Tenho um jogo do jantar da rudnick, de verniz, esta um pouco gasto, gostaria de trocar o tom para tabaco, é uma mesa com tampo de vidro e oito cadeireiras estofadas com encosto alto. Será que dou conta do serviço, ou melhor contratar profissional? Vc tem idéia de como poderei fazer?
    Obrigada.

  • 65. Cristina Bottallo  |  18 de agosto de 2013 às 17:23

    Sempre opto por profissionais em caso de móveis, Tania, eles têm mais experiência, e nem sempre as técnicas artesanais se aplicam a peças grandes e utilitárias. Boa sorte para vc!

  • 66. heloisa  |  27 de agosto de 2013 às 11:12

    Parabens por tudo!! inclusive pela sua pessoa que tao somente já é uma arte de Deus, tamanha a generosidade!!
    Bom, puxação de saco de lado, gostaria de uma dica de loja que entregue tinta para o interior de sao paulo onde resido e quase nada encontro. Tb gostaria de saber se compensa procurar tintas artesanais em sites extrangeiros com entrega free…que acha? ah, outra coisa, tenho tendinite e nao aguente lixar , entao me sugira um tipo de lixadeira bem legal.. abraços

  • 67. Cristina Bottallo  |  18 de setembro de 2013 às 12:11

    Oi, Heloisa, muito obrigada. :D
    Você já tentou a Casa da Arte http://www.casadaarte.com.br?
    Eles enviam para qualquer cidade.
    Sites de fora que não cobrem entrega, que eu saiba nõa existe nenhum. Eu não uso lixadeira, por isso não sei qual indicar. Bjs!

  • 68. heloisa helena  |  21 de outubro de 2013 às 17:04

    Oi Cris, tenho a “maior mao boa pra pintar’ rsrs, porem meus trabalhos andam descamando igual esmalte de unha…
    eu lixo a madeira apos uma demao de latex, depois outra demao e aí vou fazer a decoraçao da peça. To usando acrilex acrilico brilhante, com validade pra 2015 rsrsr, o que sera que ta errado???? obrigada

  • 69. heloisa helena  |  21 de outubro de 2013 às 17:05

    ah, tudo isso em cima de madeira… boa e ruim, mas madeira, nem é mdf…

  • 70. Cristina Bottallo  |  27 de outubro de 2013 às 18:12

    Heloisa, tinta látex não é mesmo a ideal… será que a madeira não está com algum impermeabilizante? E esse acrílico que vc usa é de artesanato?

  • 71. Marcia Godinho  |  4 de janeiro de 2014 às 21:45

    Gostei muito dos seus trabalhos e dicas e gostaria de pedigree uma orientacao. Pinter um aparador com tinta laca num tom laranja, mas nao gostei, pensei em queimar esse tom com betume, e possivel? Agradeco a atencao. Marcia

  • 72. Cristina Bottallo  |  10 de fevereiro de 2014 às 12:31

    Obrigada, Marcia. Sim, é possível envelhecer a laca com betume, e fica muito bonito. Bom trabalho!

  • 73. Roseane  |  28 de março de 2014 às 16:01

    Olá! Achei linda a peça com inspiração mexicana. Estou com dúvida sobre revestir as portas de meu armário de cozinha ou pintar com tinta spray. As portas são revestidas com um material plástico não liso branco. Tenho receio que o tecido não cole e a tinta descasque, pesquisei sobre o assunto e li que não precisa lixar madeiras que estejam com verniz ou moveis plásticos, porém é necessário passar um produto usado em pintura de carro que se chama batedor de pedra. O que você acha, já utilizou desta técnica. Aguardo ansiosamente a resposta. Obrigado.

  • 74. silvana  |  4 de junho de 2014 às 8:49

    Quero pintar um raque preto de branco ele e de mdp ou MDF como faço?

  • 75. Cristina Bottallo  |  8 de junho de 2014 às 22:50

    Nossa, Silvana… melhor você dar uma olhada nos posts que já publiquei… e seguir essas dicas. Bom trabalho!

  • 76. Marjorie Abussafy Andrade Fabreti  |  4 de julho de 2014 às 2:09

    Tenho uma mesa de sala de jantar em patina palha, gostaria de mudar de cor, sem ter que lixar. É possível? Gostaria que ela ficasse escura e as cadeiras em tom de verde. Pode me ajudar? Aguardo ansiosa, obrigada.

  • 77. Cristina Bottallo  |  4 de julho de 2014 às 20:24

    Sem lixar é meio difícil, Marjorie… A pintura não vai ficar uniforme. Você pode escurecer com betume, mas sem tirar a pátina ela vai ficar bicolor.

  • 78. ana carolina  |  14 de julho de 2014 às 10:28

    Bom dia…

    Pintei de betume uma caixa de mdf, mas ficou muito escuro (preto) , gostaria de saber como faço pra deixar mais claro.

    Obrigada!!!

  • 79. ana patricia  |  14 de julho de 2014 às 22:40

    Olá! Você já ouviu falar da bate pedra (tinta emborrachada), ela não precisa lixar nem tão pouco retirar o verniz. De uma passada no blog Meu cachixó e depois me diz o que você achou .Beijos.

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório), (Oculto)

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

TrackBack URL  |  Feed RSS para comentários sobre este post.


Lista de Links

UM POST POR DIA

Durante todo ano de 2010 eu postei aqui no blog uma nova técnica por dia, com fotos, passo a passo, algumas com vídeos... Todos esses 365 trabalhos estão aqui, e você pode vê-los buscando no calendário abaixo (use as setas para recuar ou avançar nos meses) ou veja todas as técnicas já publicadas no link "Todas as Técnicas" acima. Aproveitem e naveguem por aí... Abraços e obrigada pela visita, Cristina Bottallo

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

LOJA DE CRISTINA BOTTALLO

PROJETO PASSO A PASSO

Arquivos

Tags

Anunciantes