Desabafo de domingo…

Bom dia!

Essa semana no programa Faça em Casa, do Bem Simples, foi ao ar uma aula que fiz, um quadrinho em 3D com minhas serigrafias, parecido com o modelo abaixo, só que com flores. Já publiquei esse trabalho antes, mas de todo modo ainda vou fotografar a peça e postar o passo a passo aqui, amanhã ou depois.


Quadrinho em 3D com serigrafias do meu ateliê e moldura pintada com pátina

Mas ao ver esse trabalho no programa me lembrei de um comentário que respondi sobre essa mesma técnica, de uma pessoa que estava bem brava, indignada até, que me dizia como poderia fazer o trabalho se eu não ensinava como fazer.

Confesso que demorei um pouco para entender o que ela queria dizer, porque o post era justamente o passo a passo do trabalho, mas acabei entendendo, ela se referia à serigrafia. Eu ensinava (como, aliás, ensinei na TV) como montar o quadrinho e fazer a pintura da moldura, mas não ensinava como fazer a serigrafia.

Na hora eu fiquei meio chateada, pensei, poxa, mesmo quando a gente acha que está fazendo tudo direitinho sempre tem alguém que acaba ficando frustrado. Aí respondi a ela o óbvio, que o trabalho poderia ser feito com qualquer figura ou gravura, como eu, inclusive, digo na aula que está passando na TV. Mas ainda disse a ela que eu já havia postado outras aulas falando sobre serigrafia e que, caso ela ainda quisesse saber mais sobre o assunto, poderia consultar a revista Artesanato Digital que eu fiz e vendo na loja do meu site e na qual ensino, em passo a passo, a técnica com fotos em meu ateliê e tudo mais.

Mas depois fiquei pensando nisso e me permiti ficar um pouquinho indignada também. Oras, eu já coloquei tanta informação aqui no meu blog e no meu site, com passos feitos com fotos e até em vídeos, fotos das peças, alguns riscos, dicas de locais para compra de materiais, de livros… Só no ano passado foram 365 técnicas diferentes que sugeri, todas com fotos, uma por dia. Será que nem isso tudo é suficiente para agradar às pessoas?

Desculpem o desabafo, a maioria de vocês entende isso e valoriza meu trabalho, e eu mesma já falei inúmeras vezes que fazer tudo isso é estimulante para mim, mas aquele comentário não tinha nenhum sinal de agradecimento, nada do tipo, “ah, legal, gostei, mas eu queria saber mais sobre serigrafia, você poderia me dar alguma dica?” Ou a pessoa poderia ter postado depois um agradecimento, qualquer coisa, afinal eu respondi ao comentário. Mas não veio mais nada, só foi aquela reclamação com cara de bronca mesmo…

Fazer serigrafia dá MUITO trabalho. Muito. Essa semana que passou ou fiquei fazendo dois projetos, uma matéria para a revista Ideias e Arte, que terá um passo a passo da técnica, e mais uma gravura especial para uma campanha mais especial ainda, que em breve eu publicarei aqui. Na quinta-feira eu passei a tarde toda gravando telas para fazer as serigrafias e no final do dia descobri que todas estavam com problemas. Resultado: tive que refazer tudo, meu trabalho atrasou e hoje, domingo, quando já era para estar tudo pronto, eu ainda vou gravar telas para imprimir amanhã. E tudo porque as lâmpadas da minha mesa de luz estavam prestes a queimar, mas como não dava para saber, eu fui fazendo o trabalho, e só final constatei que com as lâmpadas sem potência toda emulsão fotográfica aplicada nas telas soltava na primeira lavagem. Toca fazer tudo de novo…

Ninguém me obriga a trabalhar com essa técnica, naturalmente. Eu faço porque gosto – e gosto muito mesmo, tanto do resultado final como do processo, o que não quer dizer que ele não seja trabalhoso demais e que eu não possa me queixar de vez em quando (como estou fazendo agora). E nem espero que todo mundo aprecie esse trabalho. Mas um reconhecimento pelo que faço aqui pelo menos, de vez em quando, não faz mal a ninguém.

Isso sem falar no retorno financeiro. Se eu fizer as contas vou concluir que não vale a pena. Cada gravura de flor que usei para fazer os quadrinhos, com 6 cores, no tamanho e modelo apresentado, custa cerca de R$ 8,50. Mas quantas pessoas estão dispostas a pagar isso para a fazer um trabalho bem legal? E quantas preferem improvisar e usar outra figura só por que sai mais barato? Ou quantas pessoas estão dispostas a pagar R$ 12,90 pela revista com CD-ROM em que ensino a técnica da serigrafia, em passo a passo e com fotos? Sim, vocês leram direito, esses são os valores do investimento, uma verdadeira “fortuna”…

Definitivamente, o que faço aqui não é pelo dinheiro. Mas um agradecimento pelo menos, um “muito obrigada por compartilhar suas idéias com a gente” é sempre bem-vindo. Muitas de vocês fazem isso, mas quando eu recebo “uma bronca” ao fazer o meu trabalho, me dá uma canseira, uma vontade de largar tudo, sei lá, fazer um curso de gastronomia, virar instrutora de yôga ou coisa parecida…

Perdoem o desabafo, peço mais uma vez. É que os domingos nos permitem essas reflexões.

Mas não pensem que esgotei o tema não, ainda vou listar aqui para vocês todas as etapas para ser fazer uma serigrafia, para que vocês vejam que não exagerei quando disse que dá MUITO trabalho. Aguardem que o próximo post virá em breve!


43 comentários sobre “Desabafo de domingo…

  1. Cristina, não fique triste.
    Entre alguns cursos que fiz na faculdade de artes visuais, um deles foi o de serigrafia, sei a parafernalia que usa, o tanto de material que gasta, as telas, as tintas e sem contar que vc tem que ter um senhor espaço para o atelier.
    Isso é bem provinciano de pessoas que não tem o que fazer e que ficam procurando querer deixar alguém de baixo astral no dia. Mas, bola pra frente e não ligue para aqueles que nao entendem e teimam em nao querer entender o qto é complexo saber fazer “arte” com A maisculo.

    1. Oi, Giselle, então você me entende e sabe o trabalho que dá fazer as gravuras… mas está tudo bem, bola prá frente, né? Beijos e muito obrigada pelos elogios e carinho.

  2. Oiiiii Cris, tudo bem com vc lindona???
    Amiga, seu trabalho é maravilhoso, sou sua fã a anossss!!
    Não esquenta, é impossível agradar a todos, nem JESUS, conseguiu amiga! E outra coisa, tem gente que faz isso pelo simples fato de gostar de perturbar mesmo!
    Amooo tudo o que vc faz!! Espero te dar um super abraço na Mega.
    bjsssss fica com Deus, ótimo início de semana pra ti

  3. AMIGA CONCORDO COM VOCÊ, POR MAIS QUE FAÇAMOS É IMPOSSÍVEL AGRADAR A TODOS. INFELIZMENTE MUITAS PESSOAS NÃO DÃO VALOR A NOSSO TRABALHO, MAS O NOSSO AMOR PELO QUE FAZEMOS É MAIOR E ISSO NOS DÁ CORAGEM E FORÇA PRA SEGUIR NOSSO CAMINHO, NOSSA VOCAÇÃO. BJUS E SUCE$$O SEMPRE.

  4. Cris, querida, não ligue pra isso não. Gente folgada tem em todo lugar, seja na vida pessoal, na faculdade, no trabalho, e na internet então, infelizmente tem de sobra. Gente que não tá nem aí em copiar seu trabalho ou suas fotos e dizer que foi ela que fez, copiar um post e dizer que foi ela que escreveu… gente que fica te cobrando por coisas, como se vc tivesse a obrigação de serví-las, só porque vc tem um blog onde publica dicas e paps, seja de qualquer assunto. Já vi essas coisas acontecerem com várias blogueiras que tem blogs excelentes, como o seu. E até eu, na minha pequena experiência com meu blog, já passei por coisas que não gostei nem um pouco.
    Na maioria das vezes, as pessoas criam e mantém um blog porque gostam de escrever e serem lidas, porque é bom divulgar seus trabalhos e ter reconhecimento por isso, e até por fazer amizades sinceras (sim, isso é possível!). No fundo isso traz satisfação pessoal, que quase sempre não vem acompanhada de retorno financeiro mesmo.
    Então, o melhor que a gente pode fazer é ignonar esse povo mal educado.

    Bola pra frente, que tem muita gente que admira e respeita seu trabalho!

    E estou aguardando o próximo DVD de bauer hem! rsrs

    Beijocas

    1. Oi, Bianca, você está certíssima! Nós, blogueiras, fazemos nosso trabalho generosamente, por que gostamos, e tem gente que abusa. Seu blog é ótimo, lindo, gostoso de visitar. E seus trabalhos são caprichadíssimos, de muito bom gostoso, adoro passear por lá… Obrigada por sua amizade, sempre! Ah, e logo, logo espero poder lançar os novos DVDs aqui! Beijão!

  5. Oi Cris,

    Não fique chateada.Sei como é…Também me cobro muito em relação ao meu trabalho.Gosto que tudo saia perfeito é que todo mundo fique contente.Mas infelizmente nem sempre é assim.Faço minhas as palavras da Bianca.Então bola pra frente,como dizem…Você é dez!
    Sempre tenho a agradecer por tudo que você passa para gente.
    Beijos no seu coração e tudo de maravilhoso!

  6. Oh, Cris, não fique chateada…Tem gente que nem vale à pena levar em conta! E nós, que conhecemos vc, sabemos o quanto vc é generosa em nos ensinar tudo o que vc sabe, por puro prazer em ensinar, em dar dicas por sua maior experiência! E sabemos que nesse meio tem muita gente que não ensina de jeito nenhum o “pulo do gato”… Então, não ligue pras reclamações dessa pessoa e lembre-se apenas das pessoas, assim como eu, que reconhecem o seu amor pela Arte, pela Educação, pela Cultura e sabem que vc assim o faz por gentileza e bondade!
    Entendo seu desabafo, pq quando a gente dar muito, espera o mínimo de reconhecimento e qdo isso não acontece é um pouco frustrante!! Mas saiba que a maioria de nós reconhecemos o seu empenho e nos sentimos agradecidas!!!
    Um bjão e uma òoooooooooooootima semana!

    1. Oi, Flames, obrigada! Realmente, o que faltou foi um pouco de gentileza, vou repetir isso mil vezes! A gente não precisa de reconhecimento financeiro, de elogios, de confetes… mas pelo menos um “por favor” e “obrigada” não custava nada, né? Beijos!

  7. Cris, incrível isto. Você é uma artista mega talentosa, generosa, nos proporciona técnicas belíssimas de seus trabalhos únicos e não merece, de maneira alguma, receber “bronca” ou comentários maldosos. Há alguns anos atrás comprei uma revista onde você ensinava o passo a passo da técnica da serigrafia (era uma girafinha linda) – ao preço de uma revista de banca! Se esta pessoa se interessa tanto por suas técnicas, ora, que compre um belíssimo trabalho teu, que compre o CD-Rom que vc vende super em conta e tente em casa! As pessoas esquecem que este é também o TEU negócio e que, por ser tão generosa, ainda nos presenteia com diversas técnicas. Enfim, não fique chateada, vc não merece nem mesmo perder seu precioso tempo se importante com pessoas tão mesquinhas. Grande abraço e tenha uma linda, produtiva e super criativa semana. Ah, antes que me esqueça, adoro o canal Bem Simples, tudo de bom. ;))

    1. Ah, verdade, Christianne, eu fiz essa técnica para a revista Faça e Venda! Ainda tenho as girafinhas! Obrigada por me acompanhar a tanto tempo e por dedicar o seu tempo para me escrever essa mensagem carinhosa. Um beijão!

  8. Cris, é ótimo desabafar de vez em qd. Existem pessoas folgadas demais da conta…porém, são somente uma gota, no mar de gente que te admira e adora os seus trabalhos. Bola pra frente, menina!
    Bjs

    1. Oi, Mary, esse é o mal da internet, como disse a Bianca. A gente faz, faz, e os outros se aproveitam, nunca estão contentes, não são nem gentis. Foi isso que me chateou mais, a falta de gentileza. Mas já passou, tá tudo bem! Beijos…

  9. Oi Cris, resumo minhas palavras, nos posts acima…
    Liga não… Deus te dará td em dobro, o q vc faz pra nós,
    quero te ver na Mega dia 29…
    bjão.

  10. Há cerca de 20 anos tive com o me ex marido um ateliê de serigrafia, que tocávamos juntamente com o nosso trabalho na nossa empresa de planejamento de interiores comerciais. Trabalhávamos muito com propagandas comerciais e camisetas promocionais. Justamente por ser trabalhoso demais, o material muito dispendioso, além da conta de energia elétrica ficar muito alta com o uso daquelas lâmpadas fortíssimas, acabamos por vender todo o equipamento para um grupo de escoteiros que passou a realizar seus próprios trabalhos com essa técnica. Além de tudo, nossa mesa de impressão era para 6 cores e tomava um espaço considerável daquele de que dispúnhamos. Quando passamos todo o material adiante sentimos mais alívio do que pesar. Contudo, continuo admirando muitíssimo a técnica e, principalmente, quem persevera nela como você, Cristina, cujos trabalhos são sempre de extremo bom gosto e criatividade.
    Portanto,você tem todo o direito de ficar indignada, mas quem não reconheceu o seu empenho em transmitir conhecimentos, não avalia o que é serigrafia.
    Beijos e continue sempre nos brindando com seus maravilhosos trabalhos!
    Sandra

    1. Oi, Sandra, nossa, então você me entende mesmo! Eu tenho parte do meu ateliê em casa, justamente porque não cabe tudo em um lugar só. Mas apesar de todo trabalho, não penso em parar, não, eu sempre, sempre gostei de serigrafia. Aprendi com o Yurio Okada, um senhor japonês que era o serígrafo dos artistas Manabu Mabe e da Tomie Otake. Perdi contato com ele, acho até que ele já faleceu. Obrigada pelo seu tempo em me escrever, viu? Muitos beijos…

  11. olá cris
    essas coisas não só chateia vc mas uma coisa em poucas palavras eu te digo são raros dos blogs e sites que mostra tudo!! como já te sigo a muitos anos eu conheço muito bem o seu trabalho e os beneficios que suas técnicas tem proporcionado ao decorrer deste periodo posso dizer o quanto aprendi com vc este comentários há de fazer vc crescer muito mais e eu estarei aqui para te aplaudir por cada sucesso teu ……e vc há de seguir sempre adiante….bjks

    1. Oi, Eni, eu sei que você me acompanha há muito tempo, e é por você e pessoas como você que acho que tudo vale a pena, afinal. Obrigada!

  12. Só hoje parei para ver os post como faço sempre… não dá para entrar todos os dias, e li o desabafo… Sei que foi um momento de botar para quebrar…rs confesso que ainda foi delicada como sempre. Sabe eu já fui como acho que todas já fomos injustiçadas, e aprendi uma coisa que inclusive a Ana Maria hj no programa começou dizendo: “Não devemos explicar, aos amigos não precisa, e aos inimigos eles não vão acreditar”
    Você tem feito um trabalho lindo … está de Parabéns
    Sua maneira simples e delicada nos encanta.
    Um grande beijo da sua admiradora

    1. Vc tem razão, Ana Paula, a gente não tem que explicar nada, não para os outros, é para a gente mesmo. Eu escrevi hj, na verdade esperava só um pouco mais de gentileza… E agradeço demais o apoio de vocês. Beijos…

  13. Cristina eu acho você uma pessoa especial e rara. Passar para os outros os conhecimentos que você passa com tanta generosidade, só uma pessoa Muuuiiittttooo legal faria. Conheço poucas pessoas com tamanho desprendimento, mas vamos e venhamos, ninguém é de ferro!!! Pessoas ingratas, mal agradecidas e interesseiras, ainda vais encontrar muitas, infelizmente. Mas isto faz parte da vida, para se viver a gente tem que passar por alguma truculências. O negócio é tocar a vida e ir em frente. Para cada uma destas pessoas ingratas existem umas tantas outras assim como eu, que te acham o maior barato. Guria, tu és nota um milhão. Não desanima! Há poucos dias vi alguns trabalhos teus que ainda não conhecia no flickr, e fiquei maravilhada. Isto é o que deve valer para ti o teu trabalho é ótimo. E apesar de não te conhecer pessoalmente, sei que és uma ótima pessoa, quem faz coisas tão lindas, só pode ser linda por dentro e por fora!!! Beijos da fã que te adora Wal.

    1. Oi, Walkiria, nossa, agora vc levantou minha bola mesmo! Muito obrigada pelo carinho e pelo apoio, como falei acho que eu esperava apenas um pouco mais de gentileza das pessoas, já que me disponho a fazer meu trabalho por dedicação mesmo. Mas a maioria de vocês retribui com carinho, então a conta é positiva. Muito obrigada pelos elogios e pelo apoio. Beijos!

  14. Oi, Cris. Conheci o seu trabalho há um certo tempo por meio da revista “Cadernos Artisticos” e foi paixão imediata pelos corações, bichinhos e pelas florzinhas. E o colorido daqueles cadernos, afff… Aí, depois conheci teu blog e sempre que consigo estou aqui babando mais e mais. Algumas vezes (para não dizer muitas… hehehe), eu fico me perguntado: “como que ela faz isso? ou aquilo?” me referindo a um complemento de um PAP ou Técnica que vc postou (digamos, a serigrafia que servia de gravura para preencher o quadrinho!!, por exemplo, que vc não mostrou junto); Mas aí, eu penso: “Vai… ela faz mil e uma revistas, inúmeros programas, PAPs e mais PAPs o tempo todo… ela já deve ter postado ou mostrado antes e eu é que não vi. Vou procurar, se não encontrar, pergunto!!” Pronto. Confesso que quando começo a procurar começo a achar mais e mais coisas lindas para fazer, aprender, copiar, que acabo esquecendo do que estava procurando de inicio e partindo para outras buscas… hehehe… Mas uma coisa é certa: Infelizmente, sempre haverá pessoas que não sabem usar as palavras para se expressarem, para dizer um “por favor”, um “obrigada”, ou um “como que é isso??”… só sabem escrever “faltou isso!!”.
    No entanto, Cris, diante de belas palavras de algumas (é, apenas algumas, tenho certeza) admiradoras de seu trabalho, fique certa da gratidão de que todas temos para com você e sua capacidade de repassar seu conhecimento pela midia sem ver a quem. Continue, assim mesmo, deste jeitinho, pois sei que muitos “obrigado” e “por favor”, “parabéns” e “fantástico” irão fazer parte dos comentários e recadinhos de sua vida.
    Bjs, uma semana maravilhosa, e deixa eu ver se eu entendo alguma coisa daquela serigrafia… pois parece mais penitência menina… hehehe

    PS: Obrigada por colorir minha vista com tão belos trabalhos!!! Um dia eu aprendo a fazer algo e te mostro…

    1. Oi, Viviane! Nossa, seu texto é indo. Expressa exatamente o que eu gostaria que vocês sentissem ao visitar meu blog e site. Então agora eu sei que consigo, e isso vale muito para mim, muito obrigada. Claro que a gente nem deve ficar esperando retribuições pelas coisas que faz, mas acho que aquele comentário mexeu comigo, justamente pela falta de gentileza, com já disse. Aliás, isso falta muito no mundo hoje em dia. Mas claro, você e todas as pessoas queridas que me entendem e acompanham fazem valer cada minuto que passo aqui. E olha que são muitos minutos, muuuuitos (rsrsrsrs…)
      Muito obrigada, sinceramente você me deixou muito feliz!
      Beijos…

  15. Cristina,
    Estava com saudades….
    Como estava sem computador há um tempinho, só hoje retornei à leitura do seu blog….que eu gosto muito….e notei a tua indignação….O que eu queria te dizer neste momento já está escrito nos posts acima….portanto, minha amiga, vá em frente….Na Mega espero encontrá-la e dar aquele abraço….Beijos….

  16. Que bom, Cris. E sei que ficará mais ainda com sua exposição. Que trabalho lindo… pena que é tão longe… (sou de Natal/RN)… do contrário, faria questão de visitar.

    Agora, aquela “coisa” da serigrafia… o que é aquilo, menina??? É penitência mesmo!!! kkkkk

    BJs

    1. Oi, Vivi, muito obrigada! Nossa, eu adoro Natal, que cidade deliciosa! Que pena que memso que estamos tão longe… Mas eu vou fazer várias reportagens na feira, com filmagem e tudo, aguarde! Beijão!

    2. Ah, Vivi, a serigrafia é uma loucura mesmo. Mas eu adoro… Em breve sairá uma revista com uma matéria que fiz, com passo a passo completo. Aguarde!

  17. “Todos querem o perfume das flores, mas poucos sujam as mãos para cultivá-las”.(Augusto Cury) Quando li seu desabafo, fiquei tão indgnada quanto você. Entendi que seu desabafo não foi pela crítica em si, mas pela falta de educação desta pessoa. Você é uma pessoa generosa, madura, inteligente e sensível. Por isso nós temos esse blog MARAVILHOSO, com as mais diversas técnicas e passo a passo que você nos dá de presente todo dia. Tudo nesse mundo vale a pena, até as chateações. O que verdadeiramente importa são as pessoas que admiram seu trabalho e principalmente seu desprendimento em repassar seus conhecimentos. Você é uma estrela e nada ofusca seu brilho. Um grande abraço.

    1. Nossa, Marlêde, eu já tinha ficado tocada com seu comentário no outro post, e agora leio esse… nem sei o que dizer. Muito obrigada, de verdade. Eu realmente não tenho palavras…

  18. Cristina, que saudade!!! Muitos problemas…. muitos… mas estão passando, assim espero. Não podia deixar de comentar esse post, infelizmente a gente tem que conviver com pessoas que não conseguem enxergar o outro e na internet ainda é pior, acho que por isso até hoje não consegui mostrar o que faço pois sei que vou ter que conviver com isso. Quero te dizer o seguinte… Obrigada por tudo que faz aqui em seu blog, você não tem ideia de como é bom vir aqui todos os dias e ver tantos trabalhos lindos e criativos, dicas, exposições, bate papo e o seu carinho, respeito e atenção com todos nós. Foi ótimo conhecer tanta criatividade e talento juntos. Se cuida para não deixar o outro te deixar triste por dizer coisas que não são verdades e que todos que te conhecem sabem.
    um grande bj

    1. Não se preocupe em se explicar, Jacqueline, eu entendo perfeitamente, tem hora que a gente não consegue fazer tudo mesmo, não esquenta! Eu agradeço seu carinho e seus comentários bacanas que sempre faz aqui, muitas pessoas bacanas e queridas como você são minha inspiração. Muito obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *