Próximas ilustrações e um projeto muito especial

Olá a todos, bom dia!

Ontem eu tive uma tarde bem especial, fui visitar a Editora Alpharrabio, em Santo André, local aonde está montada a exposição de Arte Postal “Os Livros” e, coincidentemente, também é a editora pela qual meu pai já publicou alguns livros, um de crônicas e outro de trovas.


Meu pai e Dalila Teles Veras, editora da Alpharrabio, em nossa reunião

Estando lá, aproveitei para mostrar ao meu pai meu trabalho na exposição, é claro…


Novamente na exposição de Arte Postal “Os Livros”

Sobre o livro de trovas do meu pai, acho que já havia mencionado, foi um dos livros que ilustrei, esse com colagens e pinturas em papel.


Trovas Tributárias, por Eduardo Bottallo, ilustrações de Cristina Bottallo

Para quem não conhece, a Trova é um poema monostrófico (contém uma estrofe apenas) com quatro versos heptassílabos (redondilha maior), sem título, que se completa em seus quatro versos.
A trova também é chamada de “quadra” ou “quadrinha”, mas esta sinonímia não é perfeita, uma vez que as regras rígidas da trova não se fazem necessariamente na quadra. Entre os atuais cultores desta forma de poesia, é preferível o termo “trova” como designativo.
Há a necessidade de se diferenciar a trova da quadra que compõe um poema maior, vez que a trova se completa em si, sem aceitar mais nenhuma estrofe.
O esquema rímico da trova é de rimas alternadas (ABAB) ou cruzadas (ABBA). *

* Fonte Wikipédia

O tema desse livro era um pouquinho ingrato, e confesso, me apavorei quando meu pai me pediu para ilustrá-lo. Trovas Tributárias, com impostos como tema? Ai, ai, eu pensei… E depois de quebrar muito a cabeça, acabei resolvendo seguir para uma linha divertida, com colagens. No fim, gostei bastante do resultado. E seguem algumas das trovas e ilustrações abaixo.


Capa do livro, original, sem o texto

A capa eu fiz com uma colagem de diversos papéis pintados com tintas acrílicas brilhantes. O livro mede 15×15 cm, é um formato bem diferente e divertido. As ilustrações eu fiz um pouco maiores, com 21×21 cm. A única colorida é a capa, as páginas internas são todas em preto e branco.


Ilustração da trova para o ISS, Imposto Sobre Serviços

Meu pai escreveu:

(Os prestadores de serviço têm que pagar o ISS, mas nem sempre.)

” A loiraça complacente
só atende a quem merece.
Seu serviço é abrangente
e nem paga o ISS.”


Ilustração da trova para CIDE (contribuição de intervenção no domínio econômico). Hã?

(Cerca de 40% do preço da gasolina é representado por tributos. Um dos que maos pesa chama-se CIDE (contribuição de intervenção no domínio econômico)).

“Naquele posto da esquina,
o motorista decide
pôr “deis pau” de gasolina,
completando com a CIDE.”


Ilustração para a trova sobre o Imposto de Renda

(O apetite do leão é insaciável. Mas ele também é atrapalhado).

“Com linguagem tão confusa,
que não há quem a entenda,
da nossa paciência abusa
a lei do imposto de renda.”

E insidioso:

“Ter que pagar alto imposto,
até que não me amofina.
O que me causa desgosto
é cair na malha fina.”

As ilustrações em preto e branco eu fiz com guache e canetas sobre papel, usando fotocópias de figuras retiradas de livros, jornais e revistas que depois eu pintei, colei e decorei. Gostei do resultado. E as técnicas de desenho e colagem assim são bem interessantes, boas para nossos trabalhos. Tão boas que já estou pensando em uma nova publicação, uma revista, a sair ainda esse ano ou começo do ano que vem, apenas com trabalhos feitos em papel, com técnicas e materiais diferentes. Aguardem mais esse trabalho aqui.

Ah, e para finalizar, o projeto que fechamos com a editora, eu e meu pai, é uma calendário de trovas, que ele já escreveu, uma trova por mês, e que eu irei ilustrar. E o próximo livro, que será publicado ano que vem, será de trovas líricas e filosóficas, também já escritas, em fase de revisão.

Bom, não? E é como a Dalila, editora, falou ontem, durante nossa reunião: enquanto você tem projetos e faz planos, você não envelhece. Muito bom! É isso aí, pai!


6 comentários sobre “Próximas ilustrações e um projeto muito especial

  1. Oi!!
    que bacana!
    Ficaram bem divertidas suas ilustrações.
    Parabéns ao seu pai por fazer um trabalho assim tão diferente usando este tema.Gostei!

    Cris, com a greve dos Correios a minha encomenda ainda não chegou,está parada na agência de S.Bernardo.E está um loucura para ir buscar.Eu acho que vou esperar até tudo normalizar.
    Beijão e tudo de bom1

    1. Oi, Janaína, obrigada, fico feliz que tenha gostado das ilustrações e das trovas…
      E que chato essa coisa da greve, até postei sobre isso hoje. Eu vi no site dos Correios que sua encomenda está parada, que coisa chata! E não há nada que eu possa fazer, infelizmente… Se eu souber de novidades te aviso. Beijos!

    1. Oi, Mildes, obrigada! Realmente todo mundo diz que somos parecidos. Eu acho ótimo. Meu pai é lindo! (risos) Mas o melhor mesmo é que temos muitas afinidades… Beijos!

  2. OI, Cris.

    Parabéns para seu pai!!! Olha aí a quem a filha puxou… heheeh… e devo dizer que o conjunto ficou perfeito. Fiquei imaginando as cores que vc havia usado nas ilustrações… heheeh

    Parabéns e sucesso!!!! Para os dois!!!

    Ah… avisa quando a revista nova ficar prontinha, viu!!! BJs

    1. Oi, Vivi… Pois é, nada como nossa família, né? Meus próximos trabalhos serão com minha mãe… ou melhor, dedicados a ela. Muito obrigada, Vivi! E pode deixar que aviso sobre a revista, sim… Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *