Mestres da Obra – Primeiro Dia

Olá a todos, boa noite.

Acabo de voltar do meu primeiro dia no projeto Mestres da Obra muito satisfeita e com muita vontade de trabalhar ainda mais.


Apresentando o projeto


Cortando a árvore


Começando a pintura

É incrível isso, vocês não acham? Quando encontramos uma motivação verdadeira parece que nada mais pode nos deter. Eu tenho sentido isso com meu trabalho ultimamente… ando tão em paz com ele, numa sintonia tão positiva, que não sinto vontade de fazer outra coisa…

Bem, mas hoje não vou falar do meu trabalho, quero falar desse projeto, o Mestres da Obra, que é uma iniciativa muito interessante.


Cartaz do projeto

Abaixo vocês poderão ver uma pequena amostra das obras que já foram criadas pelo projeto, todas feitas a partir de materiais encontrados no próprio canteiro de obras. Essa é a única condição para as atividades do ateliê, utilizar os materiais com os quais eles têm contato diário.

O projeto funciona assim: após acerto com a construtora que vai “adotar” o projeto por um tempo determinado (pode ser por um período qualquer ou pelo tempo de duração da obra), os responsáveis montam, no canteiro, uma oficina, um pequeno galpão que funcionará com ateliê.

Os encontros acontecem ali, uma vez por semana, entre os funcionários voluntários que desejarem participar e os orientadores. A construtora se compromete a liberar os funcionários do trabalho pelo período das aulas, que duram 2 horas.

Os orientadores podem ser os arte-educadores do próprio projeto ou artistas convidados, como é o meu caso. Os módulos costumam ter a duração de 4 encontros, ou seja, um mês. E cada módulo apresenta uma proposta particular. Em um módulo os alunos podem aprender sobre a técnica da xilogravura, por exemplo. E em outro, o estudo das cores.

Para os participantes a importância do projeto é justamente sua interação com a arte. Vivendo em um mundo tão duro e árido, como é o da construção civil, os participantes encontram ali oportunidade única de contato com um mundo completamente distinto, de arte e criatividade, da beleza e da transformação.

Há também outro aspecto interessante que é o do relacionamento entre eles. É muito comum no segmento da construção civil uma rotatividade de funcionários muito grande, o que acaba atrapalhando a interação dos próprios funcionários. Ao dividirem o espaço e seu tempo no ateliê, esses profissionais passam a se relacionar mais e com melhor qualidade.

Todas as obras, construídas pelos funcionários dos canteiros fazem parte do acervo do projeto, que já está em seu décimo ano. E de tempos em tempos esse acervo é exposto em locais tão distintos como as estações do metrô aqui em São Paulo, galerias de arte, eventos artísticos em diversas cidades brasileiras e museus. Os trabalhos dos Mestres da Obra também já foram expostos em Barcelona, na Espanha.

E essa atividade do ateliê é apenas uma das muitas iniciativas do projeto, que também conta com outras atividades artísticas, como o teatro, a música e a literatura, alfabetização para adultos, visitas monitoradas a museus e muito mais.

Para conhecer mais sobre o projeto, visite o site www.mestresdaobra.com.br

Amanhã, dia 05 de outubro, o projeto estará em uma reportagem no Bom Dia São Paulo, da TV Globo, a partir das 6h30. E eu trarei aqui no blog mais fotos e um pequeno vídeo feito em nosso primeiro encontro. Não percam!


8 comentários sobre “Mestres da Obra – Primeiro Dia

  1. O que dizer??? Estou sem plavras???? Não havia entendido muito bem a proposta no post anterior; Mas vendo as fotos e as produções deles eu me calei de tanta geniosidade. Afff… só tenho a dizer que continuarei aqui espiando este projeto e torcendo para que ele se perpertue por muitos cantos de nosso Brasil.

    Parabéns a todos do projeto!! E prabéns para vc, Cris, com esse trabalho maravilhoso que é a arte!!!

    BJs

    1. OI, Vivi, acho que eu não expliquei bem mesmo, várias pessoas não tinha entendido… preciso melhorar meu jeito de escrever. Na verdade foi a pressa… 😉
      Mas que bom que você gostou, realmente é uma iniciativa e tanto… Hoje eu vou lea de novo, e vou postar mais novidades aqui.
      Um beijo grande e fique por perto, sim…

    1. Pois é, Helba, eu penso o mesmo, me sinto privilegiada. Muito bom mesmo… Daqui a pouco tenho mais uma tarde lá. Depois conto como foi. Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *