• Um pouco de tudo

    Viver entre pincéis e tintas

    Hoje eu tive um dia bom de ateliê: terminei um tear, fia mais duas páginas do meu caderno de técnicas, pintei mais uma página do meu novo caderno de motivos, finalizei umas peças que estavam prontas para serem envelhecidas, pintei outras duas, quase terminei mais uma. Amo o que faço, e adoro pintar. E me pego super angustiada nos dias em que meu trabalho não rende. Ano passado eu estava aqui também, em meu Ateliê na Mantiqueira, finalizando as peças para meu livro. Que saudades, que tempo bom! Foram três semanas produtivas, divertidas, preenchidas com tudo que gosto: a vista, a prática de atividade física, o trabalho. Mas nem sempre é assim, naturalmente… e os dias em que não produzo nada me causam uma grande angústia. Talvez não devesse ser assim, talvez eu devesse me dar por satisfeita sempre, mas juro, não consigo. Dia bom é dia em que pinto, bordo, teço, imprimo, gravo, colo, recorto, desenho… Ou seja, dia bom é dia de fazer algo com as mãos. Coisa…