Conversando

Viagens: Madrid e Frankfurt

Oi, pessoal, boa tarde, bom domingo para vocês…

Estive viajando semana retrasada, e vocês já sabem, falei um pouquinho sobre isso, mas queria muito compartilhar as coisas que andei vendo por lá. Então aproveito que hoje estou mas sossegada de tempo para escrever aqui no blog.

Madrid é uma das cidades mais bonitas que já conheci. Não que eu conheça tantas assim (risos), mas sem dúvida é uma das mais impressionantes, com suas ruas arborizadas; calçadas largas; prédios baixos, antigos e conservados; seus cafés com mesinhas nas calçadas, suas confeitarias típicas. Caminhar por Madrid a pé é uma delícia. Eu já tinha visitado a Espanha em 2007, e na ocasião também fui à Barcelona, Sevilla e várias cidades menores da região, que também adorei. Mas Madrid… Eu moraria em Madrid, fácil!


Puerta de Alcalá


Avenidas em Madrid


Entrada do parque El Retiro


Museu Del Prado

Além disso, o metrô funciona muito bem, é bem sinalizado e te leva aos principais locais da cidade. Como andar em Madrid é agradável (ruas bonitas e limpas, calçadas largas), não é preciso nem depender de carro. E há uma infinidade de atrações, o parque El Retiro, os museus, incríveis: Del Prado, Thissen, Rainha Sofia… O palácio, que é lindo, as praças e inúmeras fontes. E as lojinhas, cafés e confeitarias com suas mesinhas nas calçadas… E as árvores, quantas árvores! Tudo muito, muito bonito.


Árvores de Madrid

E o parque El Retiro, então? Lindo, mais arborizado ainda, com prédios (teatros, restaurantes, cafés e museus) bem antigos e conservados, uma pista de corrida ótima e muitos, muitos turistas também…


Vistas do parque


Metro de Madrid

E vejam como era a rua e a entrada do metrô no bairro em que eu estava hospedada… Assim não dá mesmo vontade de sair para passear?

Eu, que sou louca por mercados, passei uma manhã ótima no Mercado de San Miguel, que fica bem ao lado da Plaza Mayor de Madrid. Na Espanha há uma tradição interessantes, as cidades eram construídas a partir de uma Plaza Mayor, ou “praça maior”, onde ficavam os edifícios oficiais (prefeitura, palácio do governo, câmara, tribunais, ministérios…). Essas praças hoje são quase sempre centros de turistas, com restaurantes e lojinhas típicas. E esse mercado fica bem ao lado dessa praça, sempre cheia de gente do mundo todo.


Mercado de San Miguel

Aproveitei a viagem também para visitar uma loja especializada em encadernação artística e materiais para encadernações, a loja Baile, que vende todo material necessário para a técnica, como uma variedade enorme de ferramentas, prensas, carimbos, espátulas, papéis, couros, tecidos… Adoro conhecer lojas especializadas, e essa, bem antiga e tradicional, é uma delícia de visitar. Fundada em 1966 (um antes do meu nascimento), essa loja é referência na capital Espanhola.


Loja Baile

Lá eu comprei algumas coisinhas bem bacanas para meu ateliê. Além de ser muito bacana comprar materiais especiais de trabalho (é a coisa que em mais adoro!), visitar uma loja de rua como essa, “de antigamente”, um tipo de loja que quase não existe mais aqui, foi um passeio e tanto. Mas no primeiro dia que eu a visitei, logo na segunda-feira quando cheguei em Madrid, fui de metrô para lá e perdi a viagem… Cheguei pouco antes das 16h, e me esqueci que em Madrid o comércio de rua fecha para a siesta das 14 às 17h. Sério, eles fazem 3 horas de almoço, sem discussão. Acabei voltando na terça de manhã. Acho que no fundo eles estão certos, priorizam a qualidade de vida. Para quê fazer tudo de forma tão corrida e estressante como fazemos, não é mesmo?

As confeitarias e cafés em Madrid são muitos, e a maioria têm essas vitrines lindas, parecem lojas de enfeites, e não apenas as muitas lojas de souvenirs que há por lá. As lojas de doces e “guloseimas” também são muito comuns, e além dos caramelos, torrones e churros, doces bem típicos de Madrid, as batas fritas (ou papas fritas) do tipo “chips” são bem típicas e você as encontra em vários e simpáticos pontos de venda por toda cidade…

FRANKFURT

Passei a semana em Madrid e no final de semana fui para a Alemanha, para Frankfurt. Essa é mais uma das vantagens quando se está na Europa, todos os países ficam próximos, é possível visitá-los com vôos curtos ou até mesmo viagens de trem. Eu ainda não conhecia a Alemanha, e adorei, naturalmente….

Frankfurt é uma cidade de negócios, moderna, com várias Universidades e muitos jovens, embora conserve os prédios antigos de forma exemplar.

Por ser um centro financeiro importante em toda Europa, Frankfurt também é centro de muitas manifestações. Havia um acampamento de protesto contra a economia global (Ocupy Wall Street) em uma praça importante no centro da cidade, onde fica o símbolo do Euro.

Acabei indo visiter Heildelberg, uma linda e pequena cidade turística, distantes cerca de 1 hora de Frankfurt, e que possui um belo castelo, em reforma, mas que ainda está bem conservado e é muito imponente e bonito.


Uma taverna típica em Frankfurt

Mas Frankfurt é também uma cidade tranquila, não muito grande, comparando-a com São Paulo (tem pouco mais de 2,3 milhões de habitantes considerando toda área urbana). Fica às margens do Rio Meno, e possui uma linda estação de trem de onde podemos pegar um trem para qualquer outra região da Alemanha e para vários países da Europa.


Heidelberg, cidade histórica próxima à Frankfurt

Também visitei dois museus nesses passeios, em Frankfurt o Museo Casa do poeta Goethe, que ficava ao lado do hotel em que estava hospedada e em Heidelberg o Apotec Museum, museu da Farmácia, com salas repletas de ferramnetas, frasquinhos, ervas e móveis que pareciam ter siod retirados de casinhas de bruxas… Muito legal!



Ótimas viagens, lindos passeios e muitas coisas bacanas vistas. E um monte de vontade de aproveitar tanta inspiração e trabalhar muito, é sempre assim que me sinto quando faço coisas estimulantes…

Aguardem porque em breve trarei mais novidades que tenho feito por aqui. Um abraço!


10 Comments

  • miriam asanome

    oi, cris!
    que delícia essa sua viagem!
    e que maravilha esses materiais de encadernação que você encontrou por aí! vai ajudar a produzir as coisas lindas que você faz! : )
    beijos e aproveite muito!
    saudades,
    mi

    • Cristina Bottallo

      Oi, Miriam, que saudades!
      Acredite, pensei muito em você e na Gabriela (lembra dela?) quando estava lá… Quanta coisa legal eu vi… queria trazer os papéis e couros, mas não daria, muita coisa para carregar. Agora preciso me organizar para usar os materiais, né?
      Beijos, muitos beijos.

  • Roseane

    Olá Cristina! Estou aqui suspirando ao ler este post de Madrid! Realmente é uma cidade maravilhosa. Morei na Espanha durante um ano e tive a oportunidade de ir 3 vezes à Madrid… e iria muitas mais!!! É tudo realmente muito lindo. Uma cidade antiga com tudo que há de mais moderno e tradicional também. Não sei como eles conseguem essa mistura deliciosa!. Agradeço por você partilhar esse momento especial comigo! (hahaha). Abraços.

    • Cristina Bottallo

      Pois é, Roseane, dá uma certa tristeza até, imaginar que aqui não preservamos nada, não priorizamos as pessoas, e sim os automóveis, temo uma arquitetura indefinida e de muito mal gosto (claor que há exceções, mas em geral é muito feia), que não cuidamos das nossas praças e jardins… Muito triste. Eu gosto de São Paulo, e até acho que o melhor lugar para morarmos é sempre a nossa terra, mas poderíamos viver em cidades menores, com mais conforto, com alguma coisa preservada. Não seria nada mal… Fico feliz em saber que você gosto do post, beijos…

Deixe uma resposta para eni de jesus silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *